Pós Graduação Unisinos - ADMINISTRAÇÃO - Presencial - Porto Alegre
Doutorado Acadêmico

ADMINISTRAÇÃO

Presencial - Porto Alegre

Local

Porto Alegre

Dias de aula

Quintas, sextas-feiras e sábados.

Duração

4 anos

Curso recomendado pela Capes

Conceito 6

Horários de aula

Quintas-feiras, sextas-feiras, e sábado pela manhã. Em caráter excepcional, poderá haver alteração nestes horários.

Sua pós pode ser presencial ou online, você escolhe a experiência que quer ter.
Saiba como serão as aulas na Unisinos.

Apresentação

O Doutorado em Administração é uma ótima oportunidade para continuar avançando os conhecimento obtidos no Mestrado. Permite o desenvolvimento de um senso crítico sobre os fenômenos da administração/gestão, que poderá ser usado tanto na prática do dia-a-dia nas empresas, quanto em pesquisas, em docência, em treinamentos ou consultorias. A Administração é uma ciência aplicada e interdisciplinar e por isso o curso de Doutorado é aberto a interessados que fizeram graduação ou mestrado em diferentes áreas. Venha conhecer!

Regimento Interno:

Baixe o Regimento do Programa para Alunos ingressantes em 2020/1 (PDF)
Baixe o Regimento do Programa para Alunos ingressantes em 2018/1 (PDF)


LinkedIn Facebook

 

Este programa também está disponível como:

Coordenação do Curso


Kadígia Faccin

Doutora em Administração pela Unisinos e em Ciências da Informação e da Comunicação pelo Instituto de Comunicação e Tecnologias Digitais da Universidade de Poitiers/França. Atua no Programa de Pós-Graduação em Administração, Programa de Pós-Graduação em Economia e no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Negócios.

E-mail: kadigiaf@unisinos.br

Ver currículo Lattes

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: ORGANIZAÇÕES E COMPETITIVIDADE

Temos uma área de concentração, Organizações  e Competitividade, que segue uma abordagem interdisciplinar e abrange diferentes subáreas da Administração. O foco é a investigação de fatores que conferem competitividade às organizações e empresas. Constitui o tema central ao qual se vinculam as duas linhas de pesquisa, i.e. Estratégias Organizacionais e Relações Interorganizacionais. 

Imagem da Área de concentração

Linhas de Pesquisa

A linha de pesquisa “Estratégias Organizacionais” volta o seu olhar tanto para o ambiente externo quanto para o ambiente interno da empresa, combinando atenções em termos de posicionamento de mercado, escolhas estratégicas e gestão de recursos. As principais áreas do conhecimento abordadas pela linha referem-se a (1) negócios internacionais; (2) estratégia em serviços; (3) sustentabilidade; (4) estudos de mercado, consumo e aquisição; (5) estruturação e organização dos recursos e das capacidades.

Negócios Internacionais
Negócios Internacionais trata do envolvimento e competitividade internacional das organizações por meio de atividades em diferentes países. Nos mercados externos, as empresas normalmente se deparam com diferenças culturais, econômicas, institucionais, além da distância geográfica. Para operar de forma a satisfazer seus stakeholders, bem como superar concorrentes internacionais e locais, uma organização precisa mobilizar, transferir e ampliar seus recursos e capacidades, a fim de operar em diferentes mercados.

Estratégia em Serviços
Os serviços possuem características específicas que os diferenciam de produtos e, portanto, exigem uma série de escolhas estratégicas que estejam alinhadas com essas caraterísticas. Essas escolhas estratégicas passam tanto por decisões de marketing quanto por decisões de operações. A estratégia em serviços, do ponto de vista do marketing, envolve temas como comportamento do consumidor, satisfação, co-criação de valor, recuperação de falhas, inovação em serviços e recomendações entre clientes, entre outros. Do ponto de vista de operações, a estratégia em serviços envolve temas tais como a participação dos consumidores durante o processo produtivo, customização e produção de serviços, intensidade de conhecimento necessário para produção, fatores que influenciam a produtividade, design de serviços e inovação.

Sustentabilidade
Sustentabilidade, do ponto de vista organizacional, é a observação simultânea de três princípios: integridade ambiental, prosperidade econômica e equidade social. Esse tema de pesquisa engloba diversos fenômenos descritos na literatura, como negócios na base da pirâmide, empreendimentos sociais, organizações híbridas, responsabilidade social corporativa, inovação social, gestão ambiental, certificações internacionais (ISO, OSHAS, etc.), organizações não governamentais (ONGs), entre outros.

Estudos de Mercado, Consumo e Aquisição
As organizações têm necessidade de focar nas suas competências centrais, tomando decisões estratégicas de marketing e aquisição de insumos. Em estudos de mercados e consumo se analisam as relações de troca e comportamento do consumidor em mercados B2B e B2C. A aquisição estratégica de insumos engloba temas como desenvolvimento e gerenciamento dos fornecedores, decisões de terceirização, planejamento de compras, orientação ao processo de compra, redução de custos de compras, entre outros temas.

Estruturação e Organização dos Recursos e das Capacidades
Estruturação e organização dos recursos e das capacidades referem-se à forma como a empresa organiza os seus recursos internos, por meio de decisões estratégicas em diferentes campos da organização. Na área de operações, destacam-se o desenvolvimento de capacidades e de competência de operações, gestão das capacidades de produção e previsão de demanda, trade-offs operacionais, interação entre marketing, finanças e operações. No campo de comportamento organizacional, o destaque é para a mobilização de recursos e capacidades que possam dar suporte interno às estratégias organizacionais, enfatizando as abordagens ligadas à aprendizagem organizacional, à liderança e aos estudos de rotinas e microfundamentos relacionados às capacidades dinâmicas.


A linha de pesquisa “Competitividade e Relações Interorganizacionais” investiga a gestão em sistemas complexos de interações entre organizações que estabelecem vantagens competitivas individuais e coletivas em setores industriais e de serviços. As principais áreas do conhecimento abordadas pela linha referem-se a (1) relações interorganizacionais, (2) inovação (3) gestão tecnológica e competitividade organizacional, em uma perspectiva que dialoga com estudos provenientes de áreas correlatas, como a Economia, a Sociologia e a Psicologia.

Relações Interorganizacionais
As relações entre organizações caracterizam-se por relacionamentos colaborativos com o intuito de alcançar objetivos comuns. Estudos nessa área investigam relações interorganizacionais em redes, clusters, parcerias, consórcios e alianças, enfatizando a dinâmica da colaboração e da competição entre organizações, os antecedentes, as racionalidades, a governança, a gestão e os resultados desses relacionamentos. Envolve relações diádicas, triádicas e múltiplas entre diferentes tipos de organizações. As contribuições à governança das relações interorganizacionais destacam-se como um foco de investigação com repercussões tanto teóricas quanto práticas.

Inovação e Empreendedorismo
No contexto das relações interorganizacionais, a inovação é entendida como um processo interativo, aberto e colaborativo. Envolve diferentes organizações, stakeholders e a infraestrutura científica e tecnológica, entre as diferentes funções na empresa, entre produtores e usuários. De modo geral, constitui-se como um processo de aprendizagem interativo, através de diferentes mecanismos formais e informais, apoiados em múltiplas fontes – clientes, fornecedores, ambiente tecnológico. A dinâmica das interações interorganizacionais tem efeito sobre as possibilidades de aprendizagem e empreendedorismo, transferência de conhecimento, inovação colaborativa e redes de inovação e, consequentemente, sobre os ganhos competitivos decorrentes dessas ações.

Gestão Tecnológica e Competividade Organizacional
A gestão da tecnologia e competitividade organizacional envolve a gestão da tecnologia da informação (TI), ubiquidade, plataformas e mídias sociais. A TI é estudada a partir de uma visão ampla, reunindo, além dos dispositivos tecnológicos, os sistemas de informação organizacionais e interorganizacionais e os usuários da informação. A ubiquidade compreende aplicações de TI que podem ser utilizadas a qualquer hora, independentemente da localização do usuário e da plataforma tecnológica, envolvendo temas como Comércio Ubíquo, Comunidades de Negócio Ubíquas, M-government, Redes Sociais Ubíquas, e- Mlearning, redes e mídias sociais.


Projetos de pesquisa

Conheça os projetos desenvolvidos pelos professores do Programa em suas respectivas linhas de pesquisa:

Ver projetos de pesquisa

DOUTORADO: ESTRUTURA CURRICULAR

O curso de Doutorado em Administração compreende 8 semestres (36 créditos).


EMENTAS DO PROGRAMA

ATIVIDADES TRANSDISCIPLINARES

Disciplinas Obrigatórias (15 créditos) keyboard_arrow_down

- Estatística Aplicada (3 créditos)
- Métodos de Pesquisa I (3 créditos)
- Métodos de Pesquisa II (3 créditos)
- Métodos Multivariados (3 créditos)
- Métodos Qualitativos de Pesquisa (3 créditos)

Outras Atividades Acadêmicas Obrigatórias (03 créditos) keyboard_arrow_down

- Publicação ou aceite final para publicação de um artigo científico em periódico de impacto conforme Qualis Capes – A1, A2, B1, no período de realização do doutorado (3 créditos)

Disciplinas Optativas (12 créditos) keyboard_arrow_down

- Administração Estratégica (3 créditos)
- Comportamento Organizacional (3 créditos)
- Corporate Sustainability (3 créditos)
- Estudos Sociais da Tecnologia (3 créditos)
- Gestão da Inovação (3 créditos)
- Gestão de Operações de Serviços (3 créditos)
- Governança Corporativa de Tecnologia da Informação (3 créditos)
- Governança em Rede (3 créditos)
- Marketing Estratégico (3 créditos)
- Metodologia do Ensino Superior (3 créditos)
- Negócios Internacionais (3 créditos)
- Organização Industrial (3 créditos)
- Recursos e Capacidades (3 créditos)
- Relações Interorganizacionais (3 créditos)
- Teoria das Organizações (3 créditos)
- Tópicos Especiais em Administração (1 crédito)
- Publicação ou aceite final para publicação de um segundo artigo científico em periódico de impacto, conforme Qualis Capes – A1, A2, B1, no período de realização do doutorado (3 créditos)
- Doutorado Sanduiche (6 créditos)

Outras Atividades Acadêmicas keyboard_arrow_down

- Ensaio Teórico
- Exame de Qualificação da Tese

Trabalho de Conclusão (06 créditos) keyboard_arrow_down

- Defesa da Tese (6 créditos)

Proficiência keyboard_arrow_down

- Exame em Língua Inglesa
- Exame em Língua Estrangeira

Estágio de Docência keyboard_arrow_down

- Estágio de Docência* (2 créditos)

* Estágio de Docência não computa créditos na Estrutura Curricular.
Obrigatório para Bolsista Capes.

Emídio Teixeira Doutorando do PPG de Administração da Unisinos

Inscreva-se agora

PROCESSO SELETIVO

INSCREVA-SE

Inscrição Online

Período de inscrição: 01/10 a 17/11/2021

Taxa de inscrição: R$ 70,00
Observação: para os egressos da Unisinos é concedido um desconto de 50% na taxa de inscrição.


Confira o edital para o processo seletivo (PDF)


No item II do Edital você encontra a lista dos documentos obrigatórios que devem ser anexados durante a sua inscrição. Anexar todos os documentos obrigatórios é condição para o êxito da sua inscrição.

Saiba como converter arquivos em formato PDF


Seleção

Período: 25/11 a 03/12/2021.


Divulgação dos Aprovados

A lista preliminar dos candidatos selecionados será divulgada nesta seção a partir do dia 03/12/2021.

A lista definitiva dos candidatos selecionados será divulgada nesta seção a partir do dia 10/12/2021.

Confira a lista preliminar dos selecionados (PDF)

Confira a lista definitiva dos selecionados (PDF)


Matrículas

As matrículas serão realizadas de 10 a 17/01/2022.

Os Programas de Pós-Graduação da Unisinos permitem a participação de alunos não regulares em determinadas disciplinas dos cursos de Mestrado. São considerados alunos não regulares estudantes de outras instituições de ensino superior; graduados e pós-graduados sem vínculo com PPGs e também graduandos da UNISINOS que tenham concluído ou estejam matriculados em Trabalho de Conclusão de Curso I (TCC I) ou Trabalho de conclusão de Curso II (TCC II).

A cada semestre os programas divulgam as disciplinas do curso passíveis de aceitação de matrícula de alunos não regulares. A análise da inscrição é realizada pela Coordenação do PPG. Após parecer favorável da Coordenação, o aluno solicita matrícula, junto ao Atendimento Unisinos.


Baixe o regulamento para admissão de alunos não regulares (PDF)
Baixe a ficha de inscrição para alunos não regulares (DOC)


Inscrição

A solicitação deve ser realizada por e-mail para atendimento@unisinos.br a partir de 04/01 até 05 dias úteis antes do início das aulas (*) da disciplina de interesse, anexando a documentação exigida.


Veja as ofertas de 2021/2 (pdf)


Confira a lista da documentação necessária no link do regulamento (PDF) para admissão de alunos não regulares, disponibilizado acima.


Valores

Confira os valores para 2021

INVESTIMENTO

Confira o valor da parcela para o Doutorado em Administração:


60 parcelas de R$ 1709,03*

Financiamento próprio em até 60 parcelas.


*Valor para ingressantes em 2021.

Confira o valor da parcela para o Doutorado em Administração:


60 parcelas de R$ 1538,13*

Financiamento próprio em até 60 parcelas.


*Valor para ingressantes em 2021.

Ficou alguma dúvida?

Clique no botão abaixo para falar com um de nossos consultores.

Falar com consultor

PROGRAMAS DE BOLSAS E DESCONTOS

São egressos todos os estudantes que concluíram um nível completo de educação superior (alunos diplomados da Unisinos).


Egressos Unisinos possuem 10% de desconto nos Programas de Pós-graduação de Mestrado e Doutorado* Acadêmico e Profissional.


*Válido para ingressantes no Doutorado a partir de 2021.

O Programa de Bolsas Unisinos de Apoio à Pesquisa de Ciência, Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo é direcionado à estudos inovadores que visem à criação de conhecimento prático e específico orientado à eixos/temas estratégicos da Unisinos.

Tal concessão busca induzir a criação de conhecimento que envolva todas as áreas de conhecimento, estimulando a cooperação em pesquisa de forma transversal entre Programas de Pós-Graduação, e o desenvolvimento de pesquisa básica dirigida e pesquisa aplicada.

 

Áreas estratégicas da Unisinos

» Microeletrônica

» Saúde e Tecnologias

» Inovação e Empreendedorismo

» Humanidades e Tecnologias

 

Para candidatar-se ao processo de bolsas, faça antes sua inscrição no processo seletivo do curso de interesse.

O Programa de Excelência Acadêmica - PROEX / CAPES concede benefícios para os cursos acadêmicos avaliados pela CAPES com notas seis e sete.


O PROEX oferece para os mestrados e doutorados acadêmicos benefícios de bolsa integral e auxílio para pagamento de taxas.


Mestrado Bolsa R$ 1.500 + Taxa Auxilio R$ 1.100

Doutorado Bolsa R$ 2.200 + Taxa Auxilio R$ 1.400


O MAI/DAI é um Programa Institucional que busca fortalecer a pesquisa, o empreendedorismo e a inovação nas Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs), por meio do envolvimento de estudantes de mestrado e doutorado em projetos de interesse do setor empresarial, mediante parceria com Empresas.


O Programa busca contribuir para o aumento da capacidade inovadora, da competitividade das empresas e do desenvolvimento científico e tecnológico no País, ao mesmo tempo em que pretende fortalecer os Sistemas Regionais de Inovação.


Veja o edital disponível para este processo de bolsa: ​

PROFESSORES DO CURSO

O aluno do Programa de Pós-Graduação em Administração tem à disposição um corpo docente composto em sua maioria por mestres, doutores e pós-doutores, com formação nacional e internacional e reconhecida experiência profissional.

 

Confira aqui os critérios para o Credenciamento Docente no PPGAdm.

Alsones Balestrin

Alsones Balestrin

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Dupla titulação de doutorado em Administração e em Ciência da Informação e Comunicação. Possui Pós-Doutorado pela HEC de Montreal/Canadá. Dupla titulação de doutorado, em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e em Sciences de Linformation et de La Communication pelo Instituto de Comunicação e Tecnologias Digitais da Universidade de Poitiers/França. Mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente exerce o Cargo de Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UNISINOS.

Amarolinda Iara Da Costa Zanela Klein

Amarolinda Iara Da Costa Zanela Klein

Doutora em Administração
WorkID/ORCID

Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo (2005). Professora Titular em Administração na Unisinos e Pesquisadora do CNPq (Bolsa Produtividade). Seus temas de pesquisa são: inovação e mudanças organizacionais relacionadas ao uso de TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação), especialmente as tecnologias de base da Indústria 4.0.

Bruno Anicet Bittencourt

Bruno Anicet Bittencourt

WorkID/ORCID

Doutor em Administração - Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade pela Universidade Federal do Rio Grande do SUL (UFRGS) com período como pesquisador visitante na Kedge Business School (França) e na University of Bologna/UNIBO (Itália). Atualmente é coordenador do Curso de Administração - Gestão para Inovação e Liderança (GIL) na UNISINOS. Possui experiência como gestor e consultor nas áreas de inovação e educação em empresas, ONGS, universidade e governo. Tem como temas de interesse: Clusters, Redes e Ecossistemas de Inovação, Orquestração, Liderança e Competências e Inovação Social.

Celso Augusto De Matos

Celso Augusto De Matos

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Doutor em Administração, com ênfase em Marketing, pela UFRGS, Brasil. Professor em Administração na Unisinos e Pesquisador do CNPq (Bolsa Produtividade). Suas áreas de maior interesse são: comportamento do consumidor, marketing de serviços e Consumo Sustentável e a relação destes com a Estratégia de Marketing. 

Claudia Cristina Bitencourt

Claudia Cristina Bitencourt

Doutora em Administração
WorkID/ORCID

Doutora em Administração pelo PPGA/UFRGS. É professora titular e pesquisadora no PPGAdm e Decana da Escola de Gestão e Negócios da Unisinos É bolsista de produtividade no CNPq (PQ2). Foi bolsista Fulbright na Thunderbird School of Global Management e pesquisadora visitante nas seguintes instituições: TU Dortmund, Universidade de Stavanger, Universidade do Texas Pan-americana, Universidade Técnica de Lisboa, Universidade de Queensland. Seus interesses de pesquisa são nas áreas de inovação social, aprendizagem organizacional e capacidades.

Daniel Pedro Puffal

Daniel Pedro Puffal

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Possui doutorado em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos com estágio doutoral na Friedrich Schiller Universität - Jena, Alemanha. Atualmente é professor pesquisador no Programa de Pós-Graduação em Administração da UNISINOS, no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Negócios na UNISINOS. Coordena o grupo de pesquisa GDIN - Dinâmica econômica da Inovação na UNISINOS. Tem mais de 30 anos de experiência em gestão de empresas de diversas áreas da economia. Desenvolve orientações e pesquisas principalmente nos seguintes temas: Interação universidade-empresa, gestão da inovação, ecossistemas de inovação e universidade empreendedora.

Diego Antonio Bittencourt Marconatto

Diego Antonio Bittencourt Marconatto

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

O Prof. Diego Marconatto trabalhou vários anos em um negócio Coca-Cola e possui forte experiência como consultor. Ele é pós-doutor em negócios pela HEC Montréal (Canadá), doutor pela UFRGS, e foi visiting scholar na Universidad de Sevilla (Espanha). Seus temas de interesse estão centrados na performance e no crescimento de pequenas e médias empresas (PMEs), com especial enfoque em negócios de alto crescimento.

Douglas Wegner

Douglas Wegner

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Possui Pós-Doutorado na TU Dortmund/Alemanha. Doutor em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com período de estágio na Universidade de Colônia (Alemanha). É também bolsista de produtividade no CNPq (PQ2).? Tem interesse de pesquisa na área de Administração, principalmente nos seguintes temas: economia do compartilhamento e plataformas digitais colaborativas, orquestração de redes de inovação e projetos colaborativos, redes interorganizacionais e governança em rede.

Fernando de Oliveira Santini

Fernando de Oliveira Santini

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Professor pesquisador dos programas de pós Graduação da Unisinos (Administração e Mestrado Profissional em Educação). Pesquisa, especialmente, assuntos ligados a comportamento do consumidor, estratégia e Inovação e gestão de marca por meio de pesquisas experimentais (rastreamento ocular reconhecimento de face) e meta-analises. Tem estudos publicados nos principais periódicos da área, como por exemplo: Journal of Academy of Marketing Science Journal of Busines e Journal of Marketing for Higher Education.

Guilherme Trez

Guilherme Trez

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Diretor Adjunto da Unidade de Graduação da UNISINOS, Doutor em Administração/Marketing pelo PPGA/UFRGS e Instituto Politecnico di Milano. Professor associado ao Institut d’Administration des Entreprises (IAE) da Universidade de Poitiers na França, desde 2016. Coordenador do Instituto de Pesquisa de Mercado (IPM) da Unisinos. Pesquisador em marketing estratégico, mais especificamente em relação ao desenvolvimento de capacidades de marketing que impactam processos de orientação para o mercado, de inovação e de criação de valor. Experiência de 20 anos em pesquisas de mercado e consultoria nas áreas de marketing e estratégia.

Iuri Gavronski

Iuri Gavronski

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Possui Pós-Doutorado na Ivey Business School/Western University/Canadá (2017-2018), onde é pesquisador visitante desde então. Doutor em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul com estágio doutoral na Ivey Business School/Canadá. É membro do Academy of Management e participa ativamente do planejamento do congresso anual da associação. Tem interesse de pesquisa na área de Administração, principalmente nos seguintes temas: Sustentabilidade, Estratégia, Operações, Cadeias de Suprimento e Ecossistemas de Inovação. Já publicou no Journal of Cleaner Production, International Journal of Production Economics, Transportation Research e Supply Chain Management. Revisor destes e outros periódicos relevantes no Brasil e no exterior. Editor temático da revista BASE. 

Ivan Lapuente Garrido

Ivan Lapuente Garrido

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Mestre em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUCRJ, Doutor em Administração (ênfase em Marketing) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Pós-Doutorado na FIU – Florida International University (USA). Atuou como executivo em empresas como Esso, Souza Cruz e AMBEV. Bolsista de Produtividade em Pesquisa - Nível 2. Áreas de pesquisa: Estratégia e Negócios internacionais.

Jorge Renato De Souza Verschoore

Jorge Renato De Souza Verschoore

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Economista, mestre e doutor em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Pós Doutor pela Universidade da Califórnia em Berkeley. Professor de estratégia e novos negócios no Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Professor associado ao Institut dAdministration des Entreprises da Universidade de Poitiers na França. Bolsista Produtividade em Pesquisa Nível 2 – CNPq. Coordenador de Programas Profissionais da Área da Administração, Ciências Contábeis e Turismo da CAPES. Áreas de interesse: Estratégia, Redes, Cooperação, Coopetição, Inteligência Artificial e Blockchain.

Kadígia Faccin

Kadígia Faccin

Doutora em Administração
WorkID/ORCID

Doutora em Administração pela Unisinos e em Ciências da Informação e da Comunicação pelo Instituto de Comunicação e Tecnologias Digitais da Universidade de Poitiers/França. Atua no Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA), Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE) e no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Negócios (PPGN - Doutorado Profissional/Prof. Convidada). Temas de Interesse para pesquisa: Estratégia e Relações Interorganizacionais, Inovação Colaborativa, Ecossistemas de Inovação e Educação para a Inovação.

Wagner Junior Ladeira

Wagner Junior Ladeira

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Doutor em Administração. Professor em Administração na Unisinos e Pesquisador do CNPq (Bolsa Produtividade). Especialista em DataSciense, Machine Learnig com aplicações em Phyton e eye tracking techniques. Seus temas de pesquisa são: estratégias de marketing, marketind digital comportamemto do consumidor e escolhas inconscientes. 

Yeda Swirski de Sousa

Yeda Swirski de Sousa

Doutora em Psicologia
WorkID/ORCID

Professora titular de Comportamento Organizacional e Empreendedorismo da Unisinos desde 2000. Professora visitante da IQS School of Management (2018-19). Possui mestrado em Administração e doutorado em Psicologia. Publicou diversos artigos acadêmicos, com foco nos últimos cinco anos em temas relacionados às empresas de conhecimento e criatividade. Já orientou cerca de 40 alunos de pós-graduação em dissertações de doutorado e mestrado. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Administração (2010 - 2012) e foi Decana da Escola de Gestão e Negócios (2012-2017), liderando o processo de acreditação internacional e aprimoramento do ecossistema de empreendedorismo na Unisinos.

Bolsista Pos Doc keyboard_arrow_down

Alexandre Borba da Silveira

Alexandre Borba da Silveira

Doutor em Administração
WorkID/ORCID

Doutor em Administração pelo PPGA/UNISINOS. É professor substituto e pesquisador no IFRS- Campus Viamão e estágio pós-doutoral na Escola de Gestão e Negócios da Unisinos. Foi bolsista Capes/Proex na Universidade do Sul da Dinamarca (SDU) como pesquisador visitante. Seus interesses de pesquisa são nas áreas de Marketing, Comportamento do Consumidor, Economia Compartilhada, Consumo Colaborativo, Plataformas Digitais, Cooperativa de Plataforma e Coopetição.

Bibiana Volkmer Martins

Bibiana Volkmer Martins

Doutora em Administração
WorkID/ORCID

Pós-doutoranda em Administração na Unisinos. Doutora em Administração pela UFRGS, com período sanduíche na Université Paris-Dauphine (Paris-França). É uma das organizadoras do EcoHubI (Grupo de Pesquisa em Ecossistemas de Inovação - UNISINOS/CNPq). Seus principais temas de pesquisa são: Estratégia e Relações Interorganizacionais, Inovação Colaborativa, Capacidades Dinâmicas e Ecossistemas de Inovação.

Gabriela Zanandrea

Gabriela Zanandrea

Doutora em Administração
WorkID/ORCID

Pós-doutoranda em Administração na Unisinos. Doutora em Administração pela Universidade de Caxias do Sul (UCS, Brasil), com período sanduíche em Universidade de Aveiro (Portugal). Seus principais temas de pesquisa são: Relação entre processos de gestão do conhecimento, inovação e desempenho.

Paola Rücker Schaeffer

Paola Rücker Schaeffer

Doutora em Política Científica e Tecnológica
WorkID/ORCID

Pós-doutoranda na Escola de Gestão e Negócios da Unisinos. Doutora em Política Científica e Tecnológica pela UNICAMP. Foi pesquisadora visitante na Utrecht University e na Universita Commerciale Luigi Bocconi. Pesquisadora do EcoHubi (UNISINOS) e do projeto System Innovation: Organizational Strategy, Research and Innovation Policy Governance (InSySPo / SPEC / FAPESP). Os principais temas de interesse são: ecossistemas de inovação e empreendedorismo, interação universidade-empresa, gestão da inovação e capacidades de inovação da firma.

Pesquisador Voluntário keyboard_arrow_down

Norberto Hoppen

Norberto Hoppen

Doutor em Administração, Sistemas de Informação
WorkID/ORCID

Doutor em Administração - Sistemas de Informação pela Université Grenoble-Alpes, França (1980). Pesquisador voluntário na Unisinos. Pesquisa aspectos sociais do uso da tecnologia de informação em organizações e comunidades virtuais. Tem trabalhos publicados em periódicos como Journal of Business Research, BAR, RAC, RAE, RAUSP, O&S, Information Systems Research e Journal of Decision Systems.

INFRAESTRUTURA

Confira também