Alunos do GIL oferecem mentoria para estudantes do México

Atividade é resultado de uma parceria entre a Unisinos e o Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey

MATHEUS N. VARGAS

Alunos do curso Gestão para Inovação e Liderança – GIL, participaram de uma interação com o Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey – México. O objetivo da aula era que os estudantes oferecessem mentoria em Gestão para os Negócios que estavam sendo construídos pelos alunos mexicanos.

O coordenador do GIL, Bruno Bittencourt, conta como funcionou a dinâmica da interação. “Nossa aula foi dividida da seguinte maneira: um momento inicial para os professores apresentarem as universidades e o propósito do encontro; apresentação de alguns alunos sobre os cursos e as suas expectativas; alinhamento sobre a temática a ser explorada assim como a dinâmica de trabalho; divisão dos grupos de alunos para apresentação dos projetos, troca de experiências e feedback para melhoria; discussão e reflexão, no grande grupo, sobre a experiência e os aprendizados obtidos por cada grupo”.

Bruno diz que as trocas de conhecimento e de experiência possibilita que os alunos tenham uma visão mais sistêmica e global em relação à gestão e liderança. “Percebeu-se que as interações em outro idioma e a mentoria técnica evidenciam o quanto os nossos alunos estão preparados e podem atuar em qualquer organização do mundo”.

O estudante Henrique Scholz Junior, afirma que a experiência foi muito boa, principalmente, por se tratar de uma consultoria internacional, prestada por alunos que estão finalizando o curso. “Ao longo da experiência fortalecemos nossas redes, aprimorando nosso networking, e também contribuímos para projetos através dos nossos aprendizados e conhecimentos. Foi interessante observar a dinâmica dos programas de graduação em administração de outros países. Percebi que muitas coisas são semelhantes com o nosso curso, enquanto outras se diferem. Além disso, essa atividade foi uma ótima oportunidade para desenvolvermos ainda mais a língua inglesa com foco na linguagem de Business”, finaliza.