Aula Inaugural das Escolas Unisinos

Conferência teve como tema o intelectual cosmopolita globalizado

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL

Na terça-feira, 21 de agosto, foi realizada a Aula Inaugural das Escolas Unisinos. O evento ocorreu no Anfiteatro Padre Werner, Campus São Leopoldo, e contou com a participação do professor Ivan Domingues, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que palestrou sobre o tema O intelectual cosmopolita globalizado: para qual universidade?

Dando início à conferência, a decana da Escola de Humanidades, professora Maura Corcini Lopes, falou sobre o significado de uma aula inaugural — que é o de inspirar as futuras aulas do semestre — e destacou a importância do evento para “reforçar a atmosfera humanística que se respira nesta universidade, tendo as humanidades como denominador comum às áreas do conhecimento”. Em seguida, deu a palavra ao convidado.

[Aliança para Inovação Porto Alegre Crédito: Janaína Costa

A aula mobilizou a comunidade acadêmica a pensar a universidade neste tempo. Em sua fala, o professor Ivan abordou o papel do intelectual como aquele capaz de promover novas possibilidades de ser, interagir e estar no mundo, comprometido eticamente com a vida e o bem comum. Também refletiu sobre o lugar do intelectual e do professor universitário como um agente transformador que, ao promover a aprendizagem de uns com os outros, pode modificar a experiência de ensino.

O professor Luiz Rohden, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Unisinos, fez a mediação da conferência. Ele afirmou que atividades como essa “atestam uma preocupação teórico e prática com escopo de ilustrar a premente importância e necessidade de pensarmos e atuarmos — estudantes, professores, pesquisadores — de forma cosmopolita globalizada”.

Sobre o conferencista

Ivan Domingues fez sua formação em Filosofia na UFMG (graduação e mestrado) e obteve seu doutorado na Université de Paris I - Sorbonne. Leciona no Departamento de Filosofia da UFMG. Desde o início de sua docência, dedica-se à Epistemologia Geral e à Filosofia das Ciências Sociais, além de outras áreas como Hermenêutica Filosófica e Filosofia Francesa. Atualmente, é o Coordenador do Núcleo de Estudos do Pensamento Contemporâneo (NEPC) da FAFICH-UFMG, um grupo interdisciplinar de pesquisa que desenvolve o projeto Biotecnologias e o Futuro da Humanidade.