Vai de bike? App mostra onde estacionar e muito mais

Aluno da Especialização em Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis criou o aplicativo BikeSpot para auxiliar os ciclistas

RHAVINE FALCÃO
13 de Fevereiro de 2017 - 11:08 | Atualizado: 13 de Fevereiro de 2017 - 13:46

Que tal dar uma volta de bicicleta sabendo os melhores locais para pedalar e onde estacionar? Essas e outras dicas são possíveis com o aplicativo BikeSpot. Fábio Oliveira criou o app durante o curso de Especialização em Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis.

[Vai de bike? App te mostra onde estacionar e muito mais

“O BikeSpot é um aplicativo criado por ciclistas para ciclistas. Utilizando GPS e redes sociais conecta a comunidade de maneira simples e intuitiva, criando um ambiente amigável e dinâmico de troca de informações sobre locais seguros para pedalar e estacionar, além de dicas dos próprios usuários”, explica Fábio.

A ideia surgiu quando ele percebeu a necessidade do serviço. “Desde o início do projeto, usuários reais - ciclistas - estiveram presentes. Participando da escolha de funcionalidades principais, até a forma de experiência de utilização. Foi através desses feedbacks iniciais que muita coisa foi modificada”, completa.

O coordenador da Especialização em Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis, Luciano Ignaczak destaca que o BikeSpot é um aplicativo que possui um papel muito importante no contexto social atual. Além de oferecer suporte completo para as pessoas que desejam incluir o uso de bicicletas no seu cotidiano.

“Com isso conseguimos obter todos os benefícios relacionados com a redução do número de veículos circulando diariamente em nossas cidades como, por exemplo, a redução na poluição do ar. Além disso, é esperado que o app também incentive as pessoas ao uso de bicicletas para lazer e uma consequência direta disso é a prática de exercícios físicos”, completa.

[Vai de bike? App te mostra onde estacionar e muito mais

Luciano ainda explica que durante o curso, cada aluno necessita desenvolver, pelo menos, cinco aplicações, nas diferentes plataformas móveis. Além disso, o aluno é orientado pela coordenação e professores para o desenvolvimento de aplicações que resultem em impactos positivos no seu dia a dia, seja para a rotina profissional ou para alguma atividade pessoal.

“A pressão natural que uma especialização acadêmica coloca sobre os trabalhos, te faz ir além, em busca de conhecimento. Creio que se não tivesse optado por fazer uma especialização, talvez, o BikeSpot não passaria de uma ideia. E agora, após a conclusão do curso, se materializa e passa a existir como um aplicativo disponível para os usuários utilizarem”, ressalta Fábio.

E se você ficou interessado em saber mais sobre o app BikeSpot, ele já está disponível para ser baixado na Google Play Store . Fábio conta que em breve também estará disponível na Apple Store. Então acompanhe tudo pelo site do BikeSpot. E não esqueça de deixar suas dúvidas e feedbacks lá para ajudar na evolução do aplicativo.