Tendências do rádio com Porã

Apresentador da Atlântida ministra curso de extensão com convidados especiais

CAROLINA SCHAEFER
29 de Fevereiro de 2016 - 16:46 | Atualizado: 02 de Março de 2016 - 18:40

A Guerra dos Mundos, radionovela de 1938, mudou definitivamente a história do rádio, simulando uma invasão real de alienígenas. Criou uma bagunça, mas foi uma das maiores inovações já feita nas mídias tradicionais. Mas como resgatar os anos dourados desse veículo, de notícias e entretenimento, quando se tem tanta atração digital por perto?

[Porã debateu as mudanças e novas tendências do rádio

Pensando nas possibilidades de inovação, sem criar momentos de terror na vizinhança, foi realizado o curso de extensão O Rádio Hoje e no Futuro - Práticas, Tendências e Perspectivas.

Com uma carreira invejável, o comunicador da Rede Atlântida, Porã, elaborou um curso que alia a academia com o mercado de trabalho, oferecendo aos apaixonados pelo rádio experiências reais nesse veículo.

Os alunos tiveram a oportunidade de pensar no futuro do rádio de forma prática e inovadora. O curso teve oito dias de duração e foi realizado nos estúdios de rádio da Unisinos Porto Alegre, terminando na última quinta-feira (25).

[Humberto Gessinger participou como convidado especial dando entrevistas

Convidados especiais

“Ele montou um exército, um exército de um homem só. Não é engenheiro, tampouco surfou no hawaii”. Foi com essa frase que Thiago Greco, 23 anos, apresentou o último convidado do curso, um dos maiores nomes da música brasileira, Humberto Gessinger.

O artista respondeu todas as perguntas sobre sua vida pessoal e profissional numa conversa íntima e descontraída. Ele elogiou a qualidade dos grupos do curso de extensão. “Um pessoal muito antenado e bem preparado”.

Além de Gessinger, Bolívar, ex-zagueiro do Internacional também foi entrevistado durante o curso. Daniel Scola, editor chefe da Rádio Gaúcha, compartilhou histórias e experiências do radiojornalismo gaúcho em um bate–papo com os alunos.

O novo professor

Porã só recebeu elogios. Trouxe tendências e perspectivas de um rádio mais versátil e envolvente, além da bagagem profissional que adquiriu como comunicador nas principais rádios gaúchas.

Estava bem embasado. Agora, o mestre em Design Estratégico pela Unisinos, utilizou da sua dissertação como principal referência bibliográfica, o que agradou os alunos.

“Espero que tenha sido tão interessante para eles, quanto foi para mim”, finaliza.

É unanimidade: todos os alunos querem a segunda edição do curso.