Em prol da Saúde

Unisinos e Prefeitura de São Leopoldo assinam Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino e Saúde (COAPES)

MICHELLI MACHADO

Na tarde dessa segunda-feira, 17/12, representantes da Unisinos e da Prefeitura de São Leopoldo se reuniram para falar sobre os próximos passos da saúde na região. Na ocasião, foi assinado o Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino e Saúde (COAPES) entre a Universidade e a Prefeitura Municipal, que formaliza as regras, contrapartidas e compromissos entre as instituições.

[Assinatura do COAPES Crédito: Rodrigo W. Blum

O secretário de saúde do município, Ricardo Charão, afirmou que a partir de agora veremos os resultados dessa parceria entre saúde e educação. “Hoje estamos no ponto de chegada de um caminho, que também é ponto de partida, pois vamos deixar um legado para o município a partir dessa parceria. Daqui para frente, vamos começar a ver o resultado desse trabalho e a presença muito mais intensa dos alunos de Medicina e da Escola de Saúde da Unisinos na rede pública de saúde do município”, destacou.

[Assinatura do COAPES Crédito: Rodrigo W. Blum

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, enfatizou a importância de um trabalho permanente na área da saúde. “O tema desse nosso encontro é muito rico, porque agora temos uma faculdade de Medicina em São Leopoldo e vamos resolver o problema estrutural do nosso hospital. Esse processo já vem sendo construído e esse contrato é a formalização dessa parceria. Ainda temos muitos passos para dar, mas estamos dando com segurança”, afirmou.

[Assinatura do COAPES Crédito: Rodrigo W. Blum

O reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, lembrou que o sonho de um curso de Medicina foi acalentado por muitos anos, e que foi um desafio para Universidade ter envergadura para manter esse curso. “Fizemos muitas parcerias, mas nunca vamos nos esquecer de São Leopoldo, onde surgiu a nossa vocação Universitária. Estamos construindo uma rede com vários municípios para desenvolvermos uma boa rede pública de assistência ao nosso cidadão”, destacou o reitor.

[Assinatura do COAPES Crédito: Rodrigo W. Blum

Um ano do curso de Medicina

Durante o evento, além da assinatura do contrato, também foi feito um balanço do 1º ano do curso de Medicina, e a apresentação dos projetos de reforma da Clínica C2 do Hospital Centenário e de ampliação da Unidade Básica de Saúde – UBS da Cohab Feitoria.

O gerente administrativo da Unidade Acadêmica de Graduação, Alexandre Wolffenbuttel, destacou a inserção dos cursos da Escola de Saúde da Unisinos na rede pública de São Leopoldo, que já acontece há mais de 30 anos, com as graduações em Enfermagem e Fisioterapia, entre outras. Quanto ao curso de Medicina, Wolffenbuttel destacou que em fevereiro, com o ingresso da terceira turma, serão 195 alunos inseridos na rede pública de saúde do município. “Ao longo de 2019, teremos atividades práticas na Brás, na Feitoria e na Santa Marta, com quase 200 família sendo atendidas”, ressaltou.

[Assinatura do COAPES Crédito: Rodrigo W. Blum

Em 2018, o Hospital Centenário foi credenciado como hospital de ensino e recebeu o investimento de 989 mil reais, em horas de professores, bolsas e consultorias. “Para início de 2019, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Cohab Feitoria terá dois novos consultórios e uma sala de aula com capacidade para 40 alunos, que serão entregues até fevereiro”, afirmou Wolffenbuttel. O investimento em infraestrutura, para ampliação da UBS Cohab Feitoria e para a reforma da Clínica 2 do Hospital Centenário totalizam 500 mil reais.

[Assinatura do COAPES Crédito: Rodrigo W. Blum

Semestralmente, o número de estudantes atuando na rede pública de saúde de São Leopoldo irá crescer, até o curso de Medicina da Unisinos atingir sua maturidade, com 390 alunos. A partir desse momento, serão quase 400 famílias que terão atendimento, tanto no hospital quanto em uma das seis UBS instaladas em diferentes bairros da cidade.