Tecnosinos é o melhor parque tecnológico do Brasil

Premiação foi realizada nesta quarta-feira (3/12), em Brasília

DA REDAÇÃO
04 de Dezembro de 2014 - 11:33 | Atualizado: 04 de Dezembro de 2014 - 14:45

A Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) anunciou, nesta quarta-feira, 3 de dezembro, os vencedores do 18° Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador. O evento aconteceu em Brasília, onde as instituições e empresas vencedoras receberam troféus e certificados, além de prêmio e viagens para estudo e negócios. Na categoria Parque Científico e Tecnológico o vencedor foi o Tecnosinos.

“Esta premiação, calcada em rígidos critérios, reconhece a solidez de estratégias do Parque e a atuação, em si, do Tecnosinos – que é baseada na economia do conhecimento e faz parte de um processo iniciado já há 15 anos. O Brasil possui, hoje, 28 Parques Tecnológicos consolidados. Ser nomeado como o melhor pela Anprotec significa tornar-se referência, é a expressão de todo um trabalho que tem várias vertentes, desde a parte feita junto à Unisinos, na questão do empreendedorismo e da inovação, até a formação de talentos para as empresas e a implantação conjunta com a universidade em termos de tecnologia. Este é o prêmio máximo da associação, e esta é a segunda vez que o Tecnosinos o conquista – a primeira foi em 2010-2011”, destacou Susana Kakuta, CEO do Tecnosinos.

[Tecnosinos foi eleito o melhor parque do Brasil

Sobre o parque

O Tecnosinos é um parque tecnológico de referência. Com vistas ao empreendedorismo inovador, se consolida a partir da visão de projeto de desenvolvimento comum a longo prazo, com responsabilidades compartilhadas. O complexo simboliza o esforço contínuo da parceria entre Universidade, iniciativa privada e poder público – que, juntos, formam o modelo de governança de tríplice hélice.

Tem como objetivo criar o ambiente necessário para a implantação de empresas de base tecnológica, possibilitando seu surgimento, crescimento e a geração de valor agregado. O parque conta com organizações especialistas nas áreas de Tecnologia da Informação, Automação e Engenharias, Comunicação e Convergência Digital, Alimentos Funcionais e Nutracêutica e Tecnologias Socioambientais e Energia.

O Tecnosinos busca promover novas práticas ao aliar demandas do setor empresarial, conhecimento científico, pesquisa aplicada e produção de tecnologias dentro do ambiente acadêmico. Para os universitários, se configura como porta de entrada do mercado de trabalho. A parceria entre a Unisinos e o parque tecnológico é visível sob esse ângulo, uma vez que vários estudantes e egressos integram o quadro de funcionários das empresas – muitos dos quais são os próprios gestores das organizações.

Com 34 mil m² de área construída do total de 250 mil m², no campus Unisinos de São Leopoldo, concentra, hoje, 75 empresas de 10 países diferentes, das quais 30 são incubadas, e gera mais de 6.000 empregos. Com faturamento na ordem de US$ 1,3 bilhão e 120 registros de propriedade intelectual, contribui para o desenvolvimento ambiental e socioeconômico do Estado.