Unisinos na Semana Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação 2020

RHAVINE FALCÃO

A Unisinos participará da 17ª Semana Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação 2020. De 19 a 23 de outubro, a Universidade realizará uma série de oficinas online. As lives serão com professores e pesquisadores da Unisinos, além de empreendedores do Tecnosinos/Unitec. O objetivo é o compartilhamento de conhecimentos e da Ciência, Tecnologia e Inovação – CT&I produzida dentro da Unisinos.

As atividades realizadas pela Universidade irão abordar o tema deste ano da Semana que é "Inteligência Artificial: A Nova Fronteira da Ciência Brasileira!", além de outras tecnologias, como por exemplo, a Fotônica.

“A ideia é reforçar o papel da Unisinos na popularização da CT&I e na importância da inteligência artificial na vida das pessoas, suas implicações no dia a dia, incluindo para os negócios estabelecidos e novos empreendimentos”, explica o gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação, Silvio Bitencourt.

O evento acontece em outubro que marca o Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações. A participação da Unisinos faz parte de um projeto aprovado junto ao CNPq. Confira a programação das atividades que são gratuitas e faça sua inscrição no site do Conexão Pesquisa que conta com outras atividades, clique aqui.

Programação:

20/10

Empreendedorismo e Inteligência Artificial

Das 16h às 17h30

 

21/10

Inteligência Artificial e Novos Negócios

Das 14h30 às 16h

 

Conhecendo Materiais Avançados

Das 17h30 às 19h

 

A Quarta Revolução Industrial

Das 19h30 às 21h

 

22/10

Conhecendo Nanotecnologia

Das 14h às 15h30

 

Conhecendo as Tecnologias para a Manufatura Avançada

Das 14h às 15h30

 

Inteligência Artificial baseada em software e aplicações em hardware

Das 17h30 às 19h

 

23/10

Inteligência Artificial e Carreira

Das 14h30 às 16h

 

Conhecendo Fotônica

Das 16h às 17h30

Inteligência Artificial Emocional

Das 18h às 19h30

 

CT&I na Unisinos

A Unisinos mantém e desenvolve parcerias estratégicas com diversas instituições em mais de 30 países, que fortalecem a pesquisa. A Universidade conta com mais de 480 projetos, liderados por mais de 340 pesquisadores. Uma dessas muitas pesquisas trabalhadas dentro da Unisinos coloca a inteligência artificial a serviço da educação. O PAT2Math (Personal Affective Tutor) é um tutor inteligente que foi desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada da Unisinos pela professora Patrícia Jaques com a colaboração de diversos alunos e que utiliza técnicas de inteligência artificial no auxílio aos estudantes do Ensino Fundamental no aprendizado da álgebra. O tutor é capaz de identificar as emoções e determinar o momento para interceder e decidir a melhor ação para manter e/ou aumentar o engajamento do aluno na atividade desenvolvida.

Utilizando métodos atuais e emprego de novas tecnologias, a Unisinos está atenta ao mundo contemporâneo e à transformação sem, no entanto, esquecer dos valores originais. Fortalecida em seu ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), a Unisinos explora as fronteiras da tecnociência, para construir o amanhã da sociedade. Para alinhar a excelência acadêmica com pesquisa, inovação e tecnologia, conta com:

Institutos Tecnológicos

A Universidade conta com 5 Institutos - itt Chip, itt Fossil, itt Fuse, itt Nutrifor e itt Performance - preparados para prestação de serviços técnicos e suporte para empresas e organizações em atividades de pesquisa. Com equipamentos de alta tecnologia, os itts são amparados pelo NITT Unisinos – Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia. Clique aqui e conheça cada um dos Institutos Tecnológicos Unisinos.

Crédito: Rodrigo W. Blum

Portal da Inovação

Um living lab que possibilita a conexão entre Universidade, empresas, governo e sociedade para o desenvolvimento colaborativo de projetos concretos e viáveis. O Portal de Inovação conecta a Unisinos ao mercado e transforma pesquisa e tecnologia em inovação.

Crédito: Rodrigo W. Blum

Tecnosinos

A Unisinos conta com um parque tecnológico de referência, o Tecnosinos. Criado há mais de 20 anos, simboliza o esforço contínuo da parceria entre Universidade, iniciativa privada e poder público – que, juntos, formam o modelo de governança de tríplice hélice. O Parque abriga empresas nas áreas de Tecnologia da Informação, Semicondutores, Automação e Engenharias, Comunicação e Convergência Digital, Tecnologias para a Saúde e Energias Renováveis e Tecnologias Socioambientais. Atualmente, conta com 60 empresas consolidadas e 40 startups, gerando cerca de 7,4 mil empregos. No Tecnosinos, companhias globais se unem a dezenas de startups incubadas e graduadas na Unidade de Inovação e Tecnologia – Unitec, incubadora do Tecnosinos, gerando inovação que movimenta a economia.

Crédito: Rodrigo W. Blum

Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento de startups em todo o Rio Grande do Sul, a Unitec lançou na quinta-feira, 8 de outubro, o Programa +startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais. A nova modalidade de incubação híbrida é direcionada à agentes externos como, por exemplo, prefeituras, ACIs e polos setoriais, que estejam interessados em alavancar o desenvolvimento regional ou local através do surgimento e maturação de novas empresas de base tecnológica.

A Unitec possui certificação nível 2 do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne) e reúne um conjunto de processos necessários para geração sistemática de empreendimentos inovadores e utiliza todos os sistemas (implantados pelos processos-chave) para uma gestão focada em resultados. Compreende acesso a mentorias, capacitacões, planejamento e acompanhamento, acesso a fundos, entre outros mecanismos.

Em 2019 ao comemorar os 10 anos da HT Micron, empresa dedicada a prover soluções locais em semicondutores, localizada no Tecnosinos, foi lançada uma nova tecnologia de IoT, desenvolvida em colaboração com o itt Chip. O SIP é uma tecnologia inédita no Brasil, posicionando a Unisinos como referência em pesquisa na área. Devido ao alto nível de capacitação tecnológica alcançado por meio da parceria entre HT Micron e Unisinos é possível desenvolver tecnologias SIP com alto valor agregado aos produtos. Essa mudança fortalece a indústria de semicondutores com foco em IoT, possibilitando que a linha de produtos seja um vetor de desenvolvimento regional e estímulo à economia do Estado.