Networking no EAD: como fazer conexões em 5 passos

IMPULSO

É possível fazer networking no EAD? Sim! Embora você não tenha convívio diário ou semanal com os colegas, as conexões são as mesmas. A comunicação oferecida pelas plataformas de ensino a distância garante que você se aproxime dos colegas e professores, trocando conhecimentos a ponto de possibilitar empreendedorismo, novas ideias e projetos.

EAD Impulso2 Crédito: Divulgação

Listamos, abaixo, cinco dicas para você estabelecer um excelente Networking com os colegas.

1. Aposte na comunicação das plataformas

A comunicação das plataformas de educação a distância é surpreendente. Essas ferramentas serão o ponto de partida para compartilhar com os colegas muitas informações de relevância.

Portanto, dê preferência a temas e links que tenham relação com o curso. Lembre-se que todo ensino a distância usa da objetividade e praticidade como premissa. Compartilhar assuntos relacionados com os interesses do grupo pode ser a melhor escolha.

2. A maneira de se comunicar

Um dos objetivos do networking é estabelecer contatos e ser conhecido profissionalmente. Portanto, que tal usar uma linguagem suave, clara e com o mínimo de erros possíveis? Aquela revisadinha básica pode ajudar bastante antes de publicar ou compartilhar informações.

Outra coisa que pode ajudar é ler em voz alta os textos que pretende compartilhar. Se houver algo que comprometa sua mensagem, será mais fácil de perceber.

Se tiver dúvida de como escrever uma palavra, busque pela internet algum dicionário on-line gratuito. É uma ferramenta super útil nesses casos.

3. Tente participar o máximo

Se possível, compareça às aulas inaugurais, seminários, semanas ou atividades acadêmicas. Normalmente, nestes eventos presenciais, professores, colegas de classe e outras pessoas são apresentados. Também há vários ciclos de palestras que acontecem durante o curso.

Esses são momentos ótimos para encontrar e conhecer pessoalmente a turma. Oportunidade excelente para conversar, falar sobre os objetivos e ampliar a sua lista de contatos.

4. Tenha as redes sociais como uma aliada

Pense nas redes sociais como uma ferramenta completamente propícia para fazer um networking. Sabe o porquê? Pelo simples fato de que a rede social aproxima as pessoas e permite fazer novos amigos, para criar uma rede de relacionamento profissional.

Faça parte dos grupos da sua sala de aula, do seu curso, e se possível, até de sua universidade. Há uma infinidade de assuntos que podem surgir nesses espaços, e lembre-se de usar uma linguagem de acordo com a maneira que você quer ser percebido.

Assuntos polêmicos podem gerar uma imagem negativa. Então é melhor evitá-los. Quem sabe não seja desse grupo que sairá seu primeiro estágio ou emprego na área?

5. Seja proativo na sua rede de contatos

Enquanto continua procurando mais colegas e profissionais para ampliar o seu networking, nunca deixe de lado aqueles que já fazem parte de sua rede. Mantenha um constante contato com seus amigos. Envie mensagens, cumprimente em aniversários, compartilhe informações de interesse profissional e construa uma rede de relacionamentos.

Esteja atento às necessidades das pessoas que estão com você. Colabore sempre que for possível. Fazer a diferença para alguém da sua lista poderá abrir muitas oportunidades, porque, dessa maneira, você entra em contato com outros profissionais que podem admirar o seu trabalho.

Seja pelo EAD ou pelo estudo presencial, fazer o bom networking é super importante. Uma boa rede de contatos pode ser um elo diretamente ligado ao sucesso, seja no mercado de trabalho ou mesmo durante a vida acadêmica.