Intercâmbio de conhecimento

Unisinos sedia curso CLIL pela segunda vez

RHAVINE FALCÃO

A Unisinos está sediando o curso CLIL (Content and Language Integrated Learning). São cinco semanas de um evento que reúne oito instituições brasileiras, integrantes do Programa Brasil - Estados Unidos de Modernização da Educação Superior na Graduação (PMG-EUA), além da University of Texas at San Antonio (UTSA). “Sermos a sede de um evento dessa magnitude, com a participação de tantas outras universidades, nos permite ampliar e fortalecer parcerias possibilitando o intercâmbio de conhecimento corroborando o trabalho que vem sendo desenvolvido dentro do PMG, focado no ensino de engenharia”, afirma a coordenadora do curso de Engenharia de Materiais e Engenharia Biomédica, Tatiana Rocha.

Crédito: Divulgação

O curso é ministrado, pela segunda vez na Unisinos, pela professora da UTSA, Kristen Lindahl. O principal objetivo é integrar engenharia e a língua inglesa no ensino superior no Brasil por meio do aprimoramento de competências no ensino de conteúdos integrados projetando um curso ou disciplina. “Ao promover o desenvolvimento pedagógico digital e linguístico dos professores, o projeto CLIL em si é uma forma de permitir a inclusão de alunos que, de outra forma, não teriam esse acesso aberto à internacionalização, fomentando a internacionalização em casa”, explica a professora.

Crédito: Divulgação

A abertura do curso aconteceu no início do mês. Na ocasião, além dos representantes das universidades participantes, estiveram presentes pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil: a diretora RELO, Maria Snarski; a vice-diretora RELO, Helmara de Moraes; o adido cultural, Todd Miyahira; e o especialista em temas educacionais, Leonardo Nardon. Também participaram o diretor executivo da Fulbright no Brasil, Luiz Valcov Loureiro; a oficial de Assuntos Públicos do Consulado Geral dos Estados Unidos em Porto Alegre, Sarah Borenstein; e representando a Unisinos, a professora Cristiane Schnack. Para Tatiana, a atividade reforça o compromisso da Universidade com a excelência acadêmica por intermédio da formação contínua dos professores. ”Isso se reflete lá na sala de aula para os nossos alunos, que são o nosso bem maior”, completa.

Aproveite para saber mais sobre o PMG na Unisinos, clicando aqui.