Unitec tem novo diretor

Cerimônia de posse aconteceu na tarde desta segunda-feira

MICHELLI MACHADO
05 de Maio de 2015 - 10:59 | Atualizado: 05 de Maio de 2015 - 11:50

Na tarde desta segunda-feira, 04 de maio ocorreu a posse do novo diretor da Unitec – Unidade de Inovação e Tecnologia da Unisinos, Luís Felipe Maldaner. O novo responsável pela gestão executiva do Parque Tecnológico da Unisinos – Tecnosinos, irá substituir Susana Kakuta, que tomou posse como presidente do Badesul no dia 30 de abril.

[Posse do novo diretor da Unitec – Unidade de Inovação e Tecnologia da Unisinos, Luís Felipe Maldaner

A cerimônia de posse, com assinatura e entrega da portaria de nomeação, aconteceu no showroom da Unitec, com a presença da reitoria da universidade, parceiros da governança do Tecnosinos, empresários e colaboradores.

Quem abriu o evento foi a presidente do Badesul, Susana Kakuta, que esteve à frente do Tecnosinos nos últimos anos. Kakuta, que desde 2009 esteve junto ao parque, recebeu flores em reconhecimento ao competente trabalho desenvolvido. Em sua fala lembrou dos primeiros dias da gestão e do primeiro encontro com o reitor. “Tive uma parceria tremenda com o padre Marcelo. Quando cheguei aqui ainda éramos pequenos, lembro que o estacionamento era vazio, tínhamos 23 empresas e cerca de 600 empregos”, contou.

“Esse parque tem uma gestão ímpar de tríplice hélice e é preciso ter cuidado para atender as expectativas da universidade, do município e das empresas. Tudo isso só existe porque tem gente disposta a inovar e que acredita nessa janela de oportunidades que esse posicionamento estratégico nos dá”, encerrou emocionada.

[Posse do novo diretor da Unitec – Unidade de Inovação e Tecnologia da Unisinos, Luís Felipe Maldaner

Em seguida, Maldaner agradeceu a acolhida e falou da responsabilidade de assumir um cargo como esse. “A produtividade e tecnologia que se construiu aqui, ao longo dos anos, torna o parque uma referência no estado e no país na formação de novos empreendedores. Estou muito satisfeito em fazer parte desta equipe”, destacou.

O discurso de encerramento da solenidade ficou por conta do reitor da Unisinos. Padre Marcelo agradeceu o trabalho realizado por Kakuta e deu boas-vindas ao novo diretor. “É quase uma obrigação moral nossa oferecer à juventude oportunidade de trabalho e uma vida melhor. Nós estamos cada vez mais focados em ser o vale do silício brasileiro”, afirmou. E finalizou ressaltando a importância de olhar o local e o global nas questões de inovação tecnologia e empreendedorismo.

[Posse do novo diretor da Unitec – Unidade de Inovação e Tecnologia da Unisinos, Luís Felipe Maldaner

Conheça a trajetória de Maldaner

Luís Felipe Maldaner, que dará continuidade ao trabalho desenvolvido por Susana Kakuta, é professor da Unisinos no curso de Mestrado Profissional em Gestão e Negócios. Sua formação profissional conta com um doutorado em Estudos Latino-Americanos, pela Hankuk University of Foreign Studies, de Seul/Coreia do Sul, mestrado na área de Administração, especialização em Marketing e Finanças, e MBA Empresarial em Comércio Exterior.

Maldaner tem experiência na área de Administração, com ênfase em Sistema Nacional de Inovação, atuando principalmente nos seguintes temas: inovação, desenvolvimento, tecnologia, política industrial e estratégia, comércio exterior e internacionalização. No currículo do novo diretor da Unitec, consta a autoria de vários livros, entre eles, 'O Desafio da Inovação: Brasil x Coreia do Sul (2006)'.

[Posse do novo diretor da Unitec – Unidade de Inovação e Tecnologia da Unisinos, Luís Felipe Maldaner

Um breve panorama do Parque

O Tecnosinos busca promover novas práticas ao aliar demandas do setor empresarial, conhecimento científico, pesquisa aplicada e produção de tecnologias dentro do ambiente acadêmico. Para os universitários, se configura como porta de entrada do mercado de trabalho. A parceria entre a Unisinos e o parque tecnológico é visível sob esse ângulo, uma vez que vários estudantes e egressos integram o quadro de funcionários das empresas – muitos dos quais são os próprios gestores das organizações.

Com 34 mil m² de área construída do total de 250 mil m², no campus Unisinos de São Leopoldo, concentra, hoje, 75 empresas de 10 países diferentes, das quais 30 são incubadas, e gera mais de 6.000 empregos. Com faturamento na ordem de US$ 1,3 bilhão e 120 registros de propriedade intelectual, contribui para o desenvolvimento ambiental e socioeconômico do Estado.