Startup incubada no Tecnosinos é selecionada em programa de empreendedorismo feminino da Microsoft

PEDRO BARBOSA - UNITEC

Dados do IBGE apontam que há cerca de 580 mil profissionais na área de Tecnologia da Informação (TI) no Brasil. Desse montante, apenas 20% são do sexo feminino. O percentual é ainda mais baixo quando olhamos para os sócios das startups brasileiras: apenas 2% são mulheres. Com o objetivo de reverter esse quadro, o Programa Women Entrepreneurship - WE, uma iniciativa liderada pela Microsoft Participações busca apoiar as startups com presença feminina para que elas consigam expandir seus negócios rapidamente e exponencialmente.

Concorrendo com mais de 900 startups de todo o Brasil, a Raks Tecnologia Agrícola foi uma das 20 empresas selecionadas para o programa. A startup, incubada no Parque Tecnológico São Leopoldo – Tecnosinos desde 2017, participa na categoria WE Impact, que visa incentivar o desenvolvimento de iniciativas disruptivas, de base tecnológica, que tenham pelo menos uma mulher como sócia do empreendimento, com pelo menos 20% de participação societária.

Sócia da Raks Tecnologia Agrícola, Fabiane Kuhn, 23 anos, entende que a participação no programa é uma oportunidade para o desenvolvimento junto à um time de mentores e empresas de renome, como a Microsoft. “Pessoalmente, é uma grande honra, pois infelizmente existem poucas mulheres em cargos de lideranças. A iniciativa We valoriza esse local de liderança da mulher e busca mudar esses índices”.

[ Retrato de Fabiane Kuhn. Crédito: Divulgação

Fonte de inspiração para outras mulheres, a jovem empreendedora deseja uma maior participação feminina. “Precisamos de visões diferentes, com mais mulheres em cargos de lideranças. Assim, poderemos desenvolver produtos mais inclusivos, que atendam às necessidades de mais pessoas”, destaca Fabiane.

Para a diretora do Tecnosinos, Susana Kakuta, quando uma empreendedora se destaca no campo da tecnologia, abre espaço de representatividade para que mais mulheres atuem, especialmente na inovação tecnológica.

Idealizado pela Microsoft Participações, o Women Entrepreneurship – WE conta como parceiros o Sebrae Nacional, Bertha Capital e Belvedere Investimentos, além dos apoiadores Flex, Pacto Energia e Grupo Sabin.

O programa WE se propõe a estimular o empreendedorismo feminino em duas frentes: o WE Ventures, que tem o objetivo de captar R$100 milhões em até cinco anos. O foco é investir em startups lideradas por mulheres durante uma fase conhecida como “vale da morte”, na qual existe um alto risco de mortalidade e os recursos financeiros estão abaixo do necessário para permitir que a startup consiga se expandir.

Por sua vez, a WE Impact atua para formar novas startups, acompanhando as empreendedoras durante toda sua jornada empreendedora, incluindo investimento de capital estratégico e financeiro, que pode ir de R$50 mil a R$ 500 mil, além de oferecer networking e serviços especializados.