Gravataí deve receber incubadora da Unisinos/Tecnosinos

Projeto integra o Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais

DIVULGAÇÃO - TECNOSINOS

A Unidade de Inovação e Tecnologia – Unitec, incubadora do Parque Tecnológico São Leopoldo – Tecnosinos e a prefeitura de Gravataí iniciaram as tratativas para a participação do município no Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais. O projeto tem por objetivo a criação de um ambiente adequado para o surgimento de novas ideias e a inserção na economia do conhecimento, como opção econômica para a economia local.

Crédito: Paloma Vargas

Para receber a segunda incubadora local da Rede Unitec, a prefeitura precisará disponibilizar um espaço físico com cerca de 300 metros quadrados, equipado com internet. Além disso, deverá realizar um edital de chamamento, com uma banca avaliadora para a escolha das dez primeiras startups participantes.

De acordo com a diretora de Inovação da Unisinos e CEO do Tecnosinos, Susana Kakuta, o Tecnosinos vai oferecer toda a estrutura de aprendizado, base tecnológica e supervisão do trabalho das startups. A parceria vai promover o empreendedorismo inovador e acelerar o desenvolvimento regional através de negócios de alto valor agregado, como por exemplo, nas aplicações em logística, indústria 4.0, microeletrônica e automotivo. “Em Gravataí, nossa incubadora trará uma janela de oportunidades para novos empreendedores da área de inovação e para jovens talentos. A partir da criação de startups, contribuiremos para um novo tipo de desenvolvimento para o município, baseado na economia do conhecimento", destaca.

O prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, destacou que a iniciativa deverá ter foco na vocação do município nas áreas automotiva e de logística. “Gravataí, por conta do seu potencial econômico e tecnológico, foi uma das escolhidas pelo Tecnosinos para a apresentação do projeto e, com certeza, temos muito interesse e vamos fazer todo o possível para ser um polo tecnológico. Se preciso for, buscaremos parceiros para tornar viável essa oportunidade”.

A secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia de Gravataí, Selma Fraga, entende que a vinda de um polo tecnológico marca o posicionamento do município no incentivo a novos negócios e geração de empregos. “Trata-se de um avanço na aceleração na área da inovação e tecnologia. Uma conquista relevante, que impulsiona e reitera a importância do empreendedorismo e da nossa capacidade enquanto polo de tecnologia, que buscará reconhecimento internacional para Gravataí”.

Também participaram do encontro a coordenadora de Relações Internacionais e Institucionais do Tecnosinos, Sandra Schafer e o consultor voluntário Paulo Renato Ardendhi.

Sobre o Programa +Startups

Lançado em outubro de 2020, o Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais desenvolve uma modalidade de incubação híbrida, que é direcionada a agentes externos, como prefeituras e polos setoriais, que estejam interessados em alavancar o desenvolvimento regional ou local através do surgimento e maturação de novas empresas de base tecnológica. Nessas novas unidades, a Unisinos também poderá disponibilizar outros serviços de educação, como por exemplo, polos de educação a distância, cursos de extensão e projetos corporativos.