Vital é a vencedora da noite

Estudantes da Unisinos recebem o Prêmio VS Cidadão por melhor projeto na área de tecnologia

MICHELLI MACHADO
17 de Junho de 2016 - 14:46 | Atualizado: 24 de Junho de 2016 - 13:39

Na noite da última quarta-feira, 15 de junho, aconteceu a premiação do projeto VS Cidadão. O evento foi criado para premiar ideias que se destacam por contribuírem com a sociedade. Em 2016, os três finalistas na categoria Tecnologia têm vínculos com a Unisinos.  

Eduardo Rodrigues e Juliana Hoch, estudantes do curso de Engenharia de Materiais e fundadores da Vital – que desenvolveram uma técnica de separação que sai pela metade do preço para chegar ao Ácido Lactobiônico, princípio ativo do líquido conservante de órgãos; Manolo Machado graduando de Engenharia Mecânica e Processo Gerenciais e criador da Silo Verde – que fabrica silos a partir de garrafas pet, ajudando a preservar o meio ambiente; Ricardo Gazzola egresso do curso de Administração, que junto com dois colegas desenvolveu o SuperCooler – que funciona com pouco gelo e refrigera bebidas em apenas dois minutos.

[Vital é a vencedora da noite

Salvando vidas

Embora as três ideias sejam inovadoras e beneficiem a sociedade, quem levou a melhor desta vez foram os estudantes Eduardo e Juliana, que desenvolveram um método alternativo na produção de ácido lactobiônico. O material criado pelos alunos, a partir dos líquidos conservantes de órgãos utilizados na indústria de cosméticos, oferece um produto de qualidade, com redução de custo de 50%.

A ideia surgiu a partir de uma reportagem que os estudantes assistiram sobre a realidade do sistema de transplantes de órgãos no Brasil. Hoje, mais de cinco anos depois dos primeiros passos do projeto os alunos ganham mais um prêmio e falam o que esse reconhecimento significa. “Nesta etapa, ainda inicial de desenvolvimento do produto, é muito importante esse tipo de premiação para buscar investidores em tecnologia. Queremos poder incentivar outros jovens a continuar tentando. O reconhecimento da comunidade, em uma premiação em que o voto é popular é ainda mais importante, porque o nosso projeto é voltado para pessoas”, ressaltou Juliana. Para a criadora da Vital, o projeto tem também grande relevância por faz pensar sobre doação de órgãos.