SoftwareLab recebe arco cirúrgico de alta tecnologia

Instalado no Tecnosinos, projeto do Cluster de Tecnologia em Saúde do Rio Grande do Sul desenvolve pesquisas aplicadas e conta com sala de cirurgia híbrida de última geração

DIVULGAÇÃO

Iniciada em 2016, a parceria entre Governo do Estado, Unisinos, o laboratório Siemens Healthineers e a universidade alemã Friedrich-Alexander-Universität (FAU) acaba de ganhar um importante reforço para a sala de cirurgia híbrida, localizada nas dependências do UNITEC 3. Trata-se do C-Arm, equipamento que captura imagens em tempo real durante procedimentos cirúrgicos, permitindo a realização de processos menos intrusivos e mais eficazes.

[Arco cirúrgico no Softwarelab Crédito: Juliana Borgmann

Segundo o coordenador do Núcleo de Excelência em Pesquisa SoftwareLab e professor do Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada da Unisinos, Cristiano André da Costa, o C-Arm pode direcionar ainda condutas e tomadas de decisões. “Equipamentos como esses possibilitam realizar procedimentos minimamente invasivos, diminuindo consideravelmente o trauma do paciente. Neste âmbito, o objetivo do projeto é melhorar e otimizar os processos, além de ampliar o grau de monitoramento dos pacientes”, afirma. Formada por nove pesquisadores, a equipe do SoftwareLab é composta por quatro pesquisadores doutores sênior em computação, três pós-doutores em engenharia biomédica, além de outros dois mestrandos e dois doutorandos, que se dedicam integralmente ao projeto.

Equipada com avançados instrumentos de imagem, como ressonância magnética, angiografia e tomografia computadorizada, a sala de cirurgia híbrida é o primeiro projeto do Cluster de Tecnologia em Saúde do Rio Grande do Sul. O programa, promovido pelo Governo do Estado, visa fomentar a parceria entre empresas, universidades e hospitais gaúchos com o Medical Valley, um dos mais ricos complexos mundiais para engenharia aplicada à medicina, localizado na Alemanha.