Unisinos lança Espaço Colaborativo

Ambiente será utilizado para expandir atividades extensionistas dos cursos de Graduação e aumentar a relação com a comunidade

LORENZO PANASSOLO

Na manhã do dia 18 de junho, a Unisinos inaugurou o Espaço Colaborativo, um ambiente que tem como objetivo fomentar e articular as ações extensionistas da Universidade. Localizado na Galeria Cultural da Biblioteca do Campus São Leopoldo, o espaço é uma das respostas para as novas diretrizes propostas pelo MEC, que orientam as universidades a terem outros conceitos de sala de aula – não se limitando somente aos espaços tradicionais.

O Espaço Colaborativo foi inspirado na ideia apresentada por Manzini (2008) de Comunidades Criativas, ou seja, ele busca resolver problemas do dia a dia de forma colaborativa e participativa, desenvolvendo novos hábitos em busca de uma vida mais saudável. O ambiente também tem como foco contribuir para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU até 2030.

[Unisinos lança espaço colaborativo Crédito: Rodrigo W. Blum

“Esse espaço físico é um hub de conexão entre tudo o que está acontecendo dentro e fora dos currículos da graduação. Se a gente tiver um momento com a comunidade e que dê para alinhar com atividades de sala de aula, vamos trazer as pessoas para cá. É um espaço projetual para pensar metodologias que permitam que a gente avance na extensão e se aproxime da sociedade”, afirmou o idealizador do Espaço Colaborativo, Gustavo Borba.

Oficina de Cocriação do Espaço Colaborativo

Para pensar e desenvolver o Espaço Colaborativo, alunos e professores da Unisinos foram convidados para participar de uma oficina de cocriação do ambiente na inauguração do local. Eles tiveram a tarefa de projetar a ambientação (móveis, decoração, etc.) e conteúdo (nome do espaço, possíveis atividades a serem realizadas no local).

[Unisinos lança espaço colaborativo Crédito: Rodrigo W. Blum

Como primeira atividade da inauguração, os participantes escreveram em post-its ideias que o ambiente deveria disponibilizar para as pessoas. Entre as opções apresentadas, destacamos:

  • Espaço de lazer e debate
  • Exposições de trabalhos artísticos
  • Ambiente de games virtuais e jogos de tabuleiro
  • Ambiente de Coworking
  • Vitrine de ideias
  • Espaço comunidade e educação
  • Hall de exposições e Painel Informativo Permanente (PIP)
  • Espaço multicultural (sarau, cinema, apresentações)
  • Copa saudável (espaço com geladeira, micro-ondas, café)

Em seguida, todos os post-its com as ideias foram organizados nas seguintes segmentações: Lazer; Palestras/Workshops; Atividades Culturais; Games; Inclusão; Educação e Espaço Físico. Dessa forma, os participantes conseguiram estabelecer quais foram os propósitos e necessidades elencados por todos na atividade, para no final, desenharem como eles achavam que o Espaço Colaborativo deveria ser construído e organizado.

“O objetivo da oficina foi fazer com o que a comunidade da Unisinos experimentasse a vivência de cocriação de um Espaço Colaborativo, que possui as conotações de um laboratório de inovação cultural e social. Dessa forma, eles foram instigados a criar, experimentar e materializar seus projetos, idealizando um ambiente de desenvolvimento projetual e de atitude empreendedora”, afirmou a professora Isamara Allegretti.

[Unisinos lança espaço colaborativo Crédito: Rodrigo W. Blum

Experiência dos participantes

“Participar da oficina foi algo bem construtivo, porque para mim, um espaço colaborativo significa um ambiente de conexão. Acho importante que os espaços a serem implementados na Unisinos levem em consideração a opinião dos alunos, principalmente no módulo de atividades que comportem cursos diferentes. Além disso, eu sou uma acadêmica da Arquitetura e Urbanismo e adorei participar da oficina, pois ajudou a justificar o zoneamento e porque era importante agir daquela forma a partir das decisões tomadas em grupo”, declarou a estudante Tami Lenhart.

“Inicialmente, eu pensava que seria uma atividade menos interativa e mais formal, mas gostei muito por ser aberta às opiniões e ideias de todos. Gosto muito de trabalhar deste modo e acredito que, vendo todas as ideias, quando o Espaço Colaborativo se concretizar, será um local muito bom. Ele beneficiará todos os alunos da Unisinos e as pessoas de fora dela”, declarou o estudante de Engenharia Civil, Leonardo Martins.

“Gostei muito da oportunidade de participar da criação do espaço e espero que ele realmente se concretize. Achei importante a visão inclusiva que o projeto teve, buscando atender as necessidades da comunidade também. Eu sou criadora do projeto social “Comunicando Amor”, onde voluntários no Brasil todo atuam – já que é desenvolvido de forma remota e online. Mas com certeza esse espaço servirá para reuniões presenciais, webconferências ou mesmo rodas de conversa sobre Marketing Social, Comunicação, Voluntariado e Ações Sociais ”, enfatizou a estudante de Publicidade e Propaganda, Júlia Dolny.

“A experiência do Espaço Colaborativo foi muito interessante e intensa. Acredito que o ambiente será importante para a Unisinos, pois o futuro tende a ser colaborativo e a Universidade está nesse processo de vida e inserção na comunidade em geral. Eu me sinto muito contente em contribuir com a organização e planejamento do espaço, justamente para pensar em um processo colaborativo e participativo desde o princípio”, declarou o professor do curso de Arquitetura e Urbanismo, Marcelo Heck.