Modernização nos cursos de Engenharia

Unisinos é contemplada pelo edital da Capes-Fulbright

MICHELLI MACHADO

Em novembro, a Unisinos foi contemplada pelo Programa Brasil - Estados Unidos de Modernização da Educação Superior na Graduação (PMG – EUA), no âmbito do edital nº 23/2018. A iniciativa é voltada para os cursos de graduação na área das Engenharias. A atividade foi criada para fomentar a modernização do ensino superior brasileiro visando fortalecer a educação superior, a ciência, a tecnologia e a inovação.

O Programa é realizado pela Capes em cooperação com a Comissão Fulbright, com o apoio do Conselho Nacional de Educação – CNE e financiará Projetos Institucionais de Modernização para cursos de graduação nas áreas das Engenharias. “Fazer parte desse programa é importante para os cursos de Engenharia da Universidade porque esse programa é focado na modernização da educação superior na graduação, o que está perfeitamente alinhado com a graduação PRO. Além disso, o projeto é importante para as questões relacionadas à internacionalização”, destaca a coordenadora dos cursos de Engenharia de Materiais e de Engenharia Biomédica, Tatiana Rocha, que participou juntamente com os coordenadores dos cursos de Engenharia Ambiental e Engenharia Civil, da construção do projeto aprovado.

O edital, realizado via Capes-Fulbright, selecionou apenas apenas oito projetos no Brasil, considerando todas as diferentes áreas das engenharias. A proposta apresentada pela Unisinos, focada inicialmente na Engenharia Civil e Ambiental e com perspectivas de expansão para os demais cursos de engenharia, ficou em primeiro lugar no ranking divulgado pelo edital. “As universidades envolvidas terão o apoio financeiro e institucional da Fulbright e Capes para a formação de parcerias com universidades dos EUA e também um pequeno auxílio para questões de montagem de infraestrutura”, conta Rocha.

Entre os objetivos do programa estão: criar um ambiente propício para o desenvolvimento do pensamento criativo, com sólida base teórica, e gerar modelos inspiradores de currículos, de metodologias de ensino-aprendizagem. As atividades iniciam em 2019.