Aluno da Unisinos conquista Prêmio de Investigação em Comunicação Digital 2018

Premiação contou com 68 trabalhos da Europa, América do Sul e Norte

LORENZO PANASSOLO

O egresso do curso de Publicidade e Propaganda e mestrando em Ciências da Comunicação na Unisinos, Jardel Orlandin, conquistou o segundo lugar no Prêmio de Investigação em Comunicação Digital 2018, organizado pela Universidade Autônoma de Barcelona (UAB).

A pesquisa premiada refere-se ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do estudante, nomeado de: A retórica do impeachment nas redes sociais da internet: uma investigação sobre discursos políticos que legitimaram, na web, o processo contra Dilma Rousseff. Segundo Jardel, a conquista é especial por dois motivos diferentes: trata-se de um concurso internacional e sela a primeira grande pesquisa desenvolvida por ele.

“A conquista marca o meu interesse pelo universo científico e a minha atuação enquanto pesquisador desde o bacharelado. Também reafirma compromissos que eu tenho com os meus projetos, de dedicação, ética e profissionalismo. Ao mesmo tempo, o prêmio me motiva a seguir pesquisando, pois atesta a qualidade do estudo que eu desenvolvi”, afirma.

[Prêmio PP Crédito: Arquivo Pessoal

Orientado pelo professor Sérgio Trein, o trabalho trata-se de uma análise de discursos políticos em redes sociais, a partir das imagens que o Movimento Brasil Livre (MBL) publicou no Facebook em abril de 2016. De acordo com Jardel, ele busca identificar uma narrativa acerca do processo de impeachment contra a então presidenta Dilma Rousseff.

“A página foi escolhida, dentre inúmeras outras disponíveis, por conta da sua atividade intensa – encontrei 609 postagens no mês – e porque a organização passou a ser apontada como uma importante força política, advogando pelo impeachment e promovendo protestos nas ruas de todo o país. A escolha do período analisado tem relação direta com esses eventos: em abril de 2016, a admissibilidade do processo de impedimento foi votada e aprovada pela Câmara dos Deputados e ocorreram mobilizações a favor e contra a ex-presidenta de norte a sul do Brasil”, declara Jardel.

Segundo o estudante, a troca de conhecimento e o acompanhamento de Sérgio durante a construção do seu trabalho foi fundamental para o resultado final. “Só posso elogiá-lo. Desde a primeira orientação, o Sérgio transmitiu confiança e tranquilidade. Depois que estabelecemos sobre o que trabalharíamos e o que era necessário para tanto, ele me deu segurança para desenvolver a minha pesquisa com autonomia e personalidade”, afirma.

E para Sérgio, o resultado final do trabalho e a conquista do Prêmio de Investigação em Comunicação Digital 2018 carimbam a dedicação da análise, interpretação das inferências e compreensão das categorias pesquisadas. “Toda premiação é importante, porque torna-se um reconhecimento ao trabalho. Neste caso específico, por ser uma premiação em envolve trabalhos de diversos países, creio que se torna ainda mais relevante. Em termos pessoais, representa uma oportunidade de projeção e de autoafirmação de uma produção individual. Ou seja, mostra que o que se produz tem qualidade”, finaliza.