PPG em Biologia promove palestra com representantes da Anama

O evento tem como objetivo mostrar exemplos práticos da atuação de biólogos a partir do trabalho realizado pela Ação Nascente Maquiné nos biomas Mata Atlântica e Pampa

HENRIQUE BERGMANN - AGEXCOM

No dia 28 de abril, o Programa de Pós-graduação em Biologia da Unisinos promoverá a palestra “Promoção de estratégias de desenvolvimento socioambiental saudáveis: a experiência da Anama”. O encontro, gratuito, é voltado para alunos dos cursos de Biologia, Geologia e Agronomia da universidade.

A mediação será realizada por Patrícia Nunes Silva, professora do PPG em Biologia. Ela explica que a intenção do evento é mostrar exemplos práticos da atuação de biólogos, apresentando, como exemplo, o trabalho realizado pela Ação Nascente Maquiné (Anama). A organização é uma associação civil sem fins lucrativos que procura criar estratégias saudáveis para o desenvolvimento socioambiental dos biomas Mata Atlântica e Pampa, no Litoral Norte gaúcho. "A Anama trabalha com conservação e, nesse semestre, as palestras dos seminários promovidos pelo PPG em Biologia estão bastante voltadas para esse tema", confirma Patrícia.

Participarão do encontro a bióloga Letícia Troian e o engenheiro agrônomo Gustavo Martins, ambos técnicos da Anama. “A entidade realiza projetos no litoral com o intuito de conservar a cultura e o ambiente da região de forma sustentável”, explica Letícia, que é mestre em Ecologia (UFRGS). Fundada em 1997, a Anama tem obtido êxito em suas ações, tanto que, em 2007, recebeu o Prêmio Muriqui do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica - UNESCO/ONU pela promoção da biodiversidade, do desenvolvimento sustentável e pelo conhecimento científico produzido sobre a Mata Atlântica.

Segundo Letícia, a palestra irá mostrar um contexto histórico sobre a Anama e as diferentes linhas de atuação do projeto. "O foco será a atuação de cada um de nós. Eu vou mostrar o trabalho de meliponicultura (criação de espécies de abelhas sem ferrão), que é hoje a minha área de atuação e a relação socioambiental do tema", adianta a bióloga.

Já Gustavo irá falar sobre a sua atividade como um dos assessores técnicos junto a famílias agricultoras da região. “Eu, juntamente com outros assessores técnicos, trabalhamos fortalecendo o sistema de produção da agricultura familiar e a transição para agricologia", observa.

Marque na agenda:

  • Quando: 28 de abril
  • Horário: 17h30min
  • Público-alvo: alunos dos cursos de Biologia, Geologia e Agronomia
  • Investimento: gratuito
  • Inscrição: http://unisinos.br/eventos.