Na pandemia, alimentos cultivados em projeto social são doados a famílias dos participantes

RHAVINE FALCÃO

O Programa de Ação Socioeducativa na Comunidade (Pasec) é um serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos que atende crianças e jovens de 6 a 17 anos de idade, em São Leopoldo. A ferramenta pedagógica utilizada é uma horta no espaço da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Marta, no município.

Crédito: Divulgação

Pensando em auxiliar as famílias dos participantes impactadas pela pandemia, o projeto passou a fazer a doação dos hortigranjeiros orgânicos produzidos na Horta Mãe-da-Terra. Desde março de 2020, estão sendo doados os seguintes alimentos: moranga, repolho, couve, alface, beterraba e cenoura.

“As doações são de extrema importância, pois estamos atuando em uma comunidade em que muitas famílias se encontram em situação de elevada vulnerabilidade. Distribuir alimentos orgânicos contribui para melhorar a qualidade da saúde dessas pessoas e colabora com a receita familiar”, explica o coordenador do Pasec, Gelson Fiorentin.

Além dessa iniciativa, o programa arrecadou doações para comunidade, com o apoio de alunos e egressos da Unisinos, além do Banco de Alimentos de São Leopoldo, Comitê Solidariedade Unisinos, Stihl, Quero-Quero, Sicredi Pioneira e Fundação Sicredi. Uma forma pensada para amenizar necessidades das famílias dos participantes do Pasec.

Crédito: Divulgação