Aluna da Escola Politécnica integrará time da UAS7

Nicole Goldschmidt atuará, de forma virtual, com os escritórios de Berlin e Nova Iorque

MATHEUS N. VARGAS

A estudante do curso de Engenharia Biomédica, Nicole Goldschmidt a partir de hoje, 3/5, passará a integrar o time UAS7 como estagiária virtual. Nicole atuará, online, junto com o time dos escritórios de Berlin e Nova Iorque sob a supervisão da coordenadora da Engenharia Biomédica, Tatiana Rocha.

A futura engenheira conta que atuará, de forma virtual, pois a ideia é proporcionar ao aluno uma experiência de nível internacional durante a atual pandemia. “No decorrer do estágio estarei contribuindo para as mídias sociais da UAS7, onde serei responsável pela pesquisa, redação de notícias, postagem de novos conteúdos, suporte ao site UAS7, além do monitoramento e comunicação de mídias sociais com organizações parceiras. Não somente, atuarei na preparação, co-organização e avaliação de eventos, mas também no apoio aos estudantes brasileiros e alemães que se candidatarem a bolsas e programas UAS7-Unisinos”.

Para conseguir a vaga de estágio, Nicole precisou passar por um processo seletivo. “A primeira etapa consistia em cadastrar o interesse pela vaga no site do Unisinos Lab. Dias depois de ter me cadastrado recebi um e-mail informando que eu era um dos candidatos escolhidos para a entrevista final. Para essa próxima etapa, era necessário escrever uma carta motivacional em inglês, onde a mesma deveria ser enviada por e-mail para posteriormente ser apresentada no momento da entrevista”, explica. Ela conta ainda sobre a experiência com as etapas de seleção. “Foi muito interessante escrever a carta, pois a partir dela pude manifestar meu interesse pelo estágio e falar um pouco mais sobre mim. Durante a entrevista estavam a representante da UAS7 na Unisinos, professora Tatiana Rocha, e os avaliadores, o diretor executivo do escritório em Berlim, Claus Lange, e a responsável pelos assuntos Internacionais e mídia social, também do escritório em Berlim, Nele Kirsten”, lembra.

A estudante explica que a entrevista foi realizada de forma coletiva online e totalmente em inglês. “Eu estava um pouco nervosa, pois apesar de estudar e fazer curso no idioma, ainda não possuía muita prática na conversação, e essa era a minha primeira entrevista em inglês. As perguntas foram informais e a conversa bem dinâmica. Fui questionada sobre os motivos de eu querer a vaga, minhas motivações, habilidades em mídias sociais, design, idioma alemão e assuntos internacionais, por exemplo. Terminada a entrevista, era esperar pelo dia da divulgação dos resultados. No dia 26/04, pela manhã, recebi um e-mail comunicando que o resultado final do edital estava disponível. Foi então, com muita alegria, que vi meu nome em 1º lugar na colocação, informando que eu havia sido a escolhida para ganhar a bolsa”.

Nicole afirma que a experiência desse estágio ajudará a desenvolver tanto sua vida acadêmica, como a pessoal e profissional. “O contato com pessoas experientes e conviver com outras culturas certamente trará grandes aprendizados não somente no idioma, mas também em questões técnicas e pessoais. A parceria entre a Unisinos e a UAS7 está expandindo as possibilidades para os estudantes e eu gostaria muito de contribuir e ajudar o programa a crescer. Por mais que a comunicação durante o estágio seja em inglês, terei muito contato com o idioma alemão, o qual sempre quis desenvolver e aprimorar, pois é de grande significado para mim. Sou descendente de alemães e cresci numa cidade de colonizadores de origem germânica, chamada São Pedro do Butiá, situada na região das Missões (RS), onde aprendi um pouco do idioma e da cultura alemã. Além do mais, durante o estágio, desenvolverei novas habilidades, como gestão de ensino superior e intercâmbio educacional internacional. Estou animada! ”.

Durante a graduação, a estudante desenvolveu diversos conhecimentos e habilidades que ajudarão no andamento do estágio. “Ao longo do curso surgem diversas dificuldades e contratempos, e por esse motivo aprendi a desenvolver minha disciplina, persistência, e claro, a flexibilidade. Sou uma estudante proativa e por isso estou sempre à procura de atividades extracurriculares. Estou em constante busca por novos conhecimentos, sejam eles a partir da leitura de livros, participação de cursos, workshops e palestras, por exemplo. Nesse sentido, desenvolvi minhas habilidades analíticas, artísticas, pensamento crítico, trabalho em equipe, liderança e comunicação. Sem dúvida, os conhecimentos e aprendizados que desenvolvi nas disciplinas também servirão de apoio”, conta Nicole.

Parceria entre Unisinos e UAS7

A UAS7 é uma aliança de sete Universidades de Ciências Aplicada da Alemanha que possuem um convênio com a Unisinos. Essa parceria prevê a possibilidade de mobilidade de alunos e professores; projetos conjuntos de pesquisa e inovação; bem como organização de eventos em parceria, como é o caso do Moving the Cities que ocorre desde 2019, e é um evento para proposição de soluções de desafios a partir da participação de alunos em times multidisciplinares e internacionais.

Desde 2019, a professora da Escola Politécnica e coordenadora da Engenharia Biomédica, Tatiana Rocha, é representante da UAS7 na América do Sul, com isso, a Unisinos passou a ser ponto de contato no continente. “Os benefícios tanto para Unisinos quanto para as instituições alemãs que fazem parte da UAS7 está na aproximação e internacionalização das instituições. Com isso, é possível formarmos profissionais cada vez mais globalizados e com vivência intercultural, internacional e multidisciplinar”, encerra Tatiana.