Um espaço de pesquisa e conhecimento

Herbário Anchieta/PACA recebe mais de 3 milhões e 500 mil visitas no primeiro semestre de 2020

MICHELLI MACHADO

Em janeiro deste ano, fizemos uma matéria falando do acervo digital do Herbário Anchieta/PACA. Poucos meses depois, as coleções tiveram mais de 3 milhões 500 mil visitas, mostrando a importância de disponibilizar todo esse material online, ainda mais em tempos de isolamento social. Só a coleção de Angiospermas, Gimnospermas, Licófitas e Samambaiais computou o número de 3.273.437 acessos.

Segundo a curadora do local, Maria Salete Marchioretto, esse comportamento de busca crescente pela pesquisa online, indica que as pessoas estão cada vez mais fazendo uso dessa ferramenta para a realização de trabalhos em diferentes áreas. “Os dados das coleções, além do SpeciesLink, estão disponíveis no GBIF (Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade), que é uma rede internacional de infraestrutura de investigação financiada por governos de todo o mundo, com o objetivo de dar a qualquer pessoa, em qualquer lugar, acesso aberto a dados sobre toda a vida na Terra” explica.

Crédito: Matheus Vargas

A curadora destaca ainda que, através do GBIF, no primeiro semestre de 2020, os arquivos do Herbário foram citados em 181 artigos, em 20 países e 343 pesquisadores utilizaram os dados das coleções de Angiospermas, Gimnospermas, Licófitas e Samambaias. Além disso, a coleção de Fungos teve a citação em 38 artigos, em 20 países e 100 pesquisadores fizeram uso dos dados e a coleção de Briófitas foi citada em 33 publicações em 20 países e 102 pesquisadores usaram os dados.

“O progresso científico depende do acesso pleno a dados e da divulgação científica aberta e dos resultados de pesquisas na literatura. Um forte componente de dados e informações acessíveis e em domínio público promove mais retorno do investimento, estimulando a inovação e a decisão informada”, finaliza Maria Salete.