Semana de Estudos Amazônicos

Evento que acontece nos dias 16, 17 e 18/10 já está com inscrições abertas

MICHELLI MACHADO

Em outubro, a Unisinos será palco do III Semea – Semana de Estudos Amazônicos. O encontro anual, que está em sua terceira edição, acontecerá no Campus São Leopoldo, Auditório Central. No Campus Porto Alegre, haverá uma Exposição dos Mártires da Amazônia. As inscrições para o evento já estão abertas, para conferir a programação e fazer sua inscrição clique aqui

Segundo a professora Ana Cristina Garcia, uma das organizadoras do evento, a Unisinos foi escolhida para sediar as atividades por ser uma universidade Jesuíta fora da região amazônica, mas com grande atuação em ensino, pesquisa e extensão. “A região amazônica é estratégia para o mundo, em função da sua biodiversidade, também há a importância da proteção das populações locais, com definição dos conflitos de demarcação de terras dos povos indígenas, ribeirinhos e outros envolvidos”, afirma a pesquisadora, que vê o tema como de vital importância no debate atual.

[Semea Crédito: Divulgação

O evento é direcionado à comunidade acadêmica, sociedade civil e indígenas. Cursos da Escola Politécnica, Escola de Humanidades e Escola de Gestão e Negócios estão envolvidos com o evento. O objetivo do Semea é sensibilizar comunidades acadêmicas e sociedades civis não amazônicas para os principais temas de debate no universo amazônico, e assim garantir a participação, visibilidade e articulação de povos tradicionais amazônicos em espaços fora da Amazônia. No entendimento dos organizadores do encontro, as universidades desempenham papel fundamental para mobilizar as bases populares e os intelectuais para o fortalecimento de um projeto comum pela Amazônia.

Sobre as edições anteriores

A primeira edição do evento aconteceu em 2016, com participação de povos indígenas e ribeirinhos do Alto Solimões, Jesuítas e colaboradores, que vivem e trabalham na Amazônia, representantes da cooperação internacional e pesquisadores do Amazonas e de Pernambuco. Além desses, também participaram do evento representantes da sociedade civil de Recife e de organismos públicos estaduais como a defensoria pública e secretaria de meio ambiente. 

Na ocasião, foram realizadas palestras, oficinas e rodas de conversa e foi decidido tornar a Semana de Estudos Amazônicos um projeto permanente e anual, de iniciativa da universidade parceira com o OLMA. Em 2017, a segunda edição da Semana de Estudos Amazônicos ocorreu na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.