Parcerias para o agronegócio

Unisinos recebe visita do presidente da FARSUL, diretoria do SENAR-RS e Casa Rural

MICHELLI MACHADO

Na manhã dessa sexta-feira, 18/5, a Unisinos recebeu a visita de uma comitiva com o presidente da FARSUL, Gedeão Pereira, a diretoria do SENAR-RS e um grupo da Casa Rural. A intenção dessa aproximação com a Universidade foi unir o agronegócio a iniciativas que promovam inovação e tecnologia no campo.

O encontro aconteceu no Parque Tecnológico São Leopoldo – Tecnosinos, com o objetivo de apresentar aos visitantes a estrutura e programas de atuação do Parque. O reitor, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, deu boas-vindas aos presentes, falou da missão internacional para a qual embarca hoje e das relações da Universidade com a Coreia do Sul. “Sem tecnologia não se faz pesquisa, e nossa parceria com a Coreia está nos dando um fôlego a mais. Estou convencido que a saída para o Rio Grande do Sul passa pelos Parques Tecnológicos”, destacou. E complementou dizendo que esse processo de aproximação entre o agronegócio e a universidade é muito importante.

[Unisinos recebe visita do presidente da FARSUL, diretoria do SENAR-RS e Casa Rural Crédito: Rodrigo W. Blum

O CEO do Tecnosinos, Luís Felipe Maldaner, fez uma apresentação do Parque Tecnológico para os visitantes, onde falou da governança em tríplice hélice – setor público, privado e universidade. “Temos 108 empresas de base tecnológica e bandeira de sete países diferentes”, enfatizou. Para Maldener, o Tecnosinos tem uma localização privilegiada em relação aos países vizinhos. “Dos 28 parques tecnológicos brasileiros em operação, quatro estão no Rio Grande do Sul, e nós estamos no centro do Mercosul”, destacou.

Na ocasião, as startups que desenvolvem soluções para o agronegócio fizeram uma breve apresentação de seus inventos para os presentes. A Silo Verde falou sobre o desenvolvimento de silos sustentáveis, com garrafas pets para armazenagem de grãos e ração. A Serf Drytech deu destaque para a fabricação e o comércio de máquinas e equipamentos destinados à redução de energia térmica e elétrica nas plantas industriais e secagem de madeira. A Raks apresentou desenvolvimento de tecnologias para o setor agrícola, como sensores de umidade e sistema inteligente de irrigação. A Arpac falou do trabalho com pulverização e semeadura de lavouras, com drones de alta capacidade de carga. A Valência contou sobre a elaboração e implantação de projetos de sistemas solares fotovoltaicos para consumidores residenciais, comerciais e industriais.

[Unisinos recebe visita do presidente da FARSUL, diretoria do SENAR-RS e Casa Rural Crédito: Rodrigo W. Blum

Diante da apresentação feita, o presidente da da FARSUL, Gedeão Pereira, afirmou que o futuro do agronegócio passa pela tecnologia e que foi por isso que procurou o Parque. "O que temos visto é que, via de regra, a universidade está muito apartada da inovação na indústria, e aqui nós percebemos exatamente o contrário. Estamos muito gratos em nos reaproximar da universidade e em conhecer um pouco do que o Tecnosinos e a Unisinos estão desenvolvendo em tecnologia e inovação”, ressaltou.

[Unisinos recebe visita do presidente da FARSUL, diretoria do SENAR-RS e Casa Rural Crédito: Rodrigo W. Blum

Após esse momento, os visitantes foram convidados a participar de um almoço no Instituto Tecnológico de Alimentos para Saúde – itt Nutrifor. No local, o grupo experimentou diversos pratos preparados pela equipe do curso de Gastronomia da Unisinos. Em seguida, uma apresentação institucional do Instituto foi feita pela diretora do itt Nutrifor, Renata Ramos, que apresentou à comitiva os projetos de pesquisa em alimentos desenvolvidos na Universidade.