No terceiro mês da campanha UniSolidária, 370 famílias carentes de São Leopoldo são beneficiadas

PEDRO BARBOSA - TECNOSINOS

Contando com a generosidade de muitas pessoas, a campanha UniSolidária está conseguindo ajudar famílias em vulnerabilidade social no município de São Leopoldo. Com os recursos arrecadados no terceiro mês da campanha, foram beneficiadas mais 370 famílias. A ação, que é organizada pela Unisinos, por meio do Comitê Solidariedade, busca ajudar famílias carentes. As cestas de alimentos foram entregues através de quatro instituições, no último final de semana.

A assistente administrativa na Unisinos e integrante do Comitê Solidariedade, Deise Cristina Carvalho, destaca o empenho dos colaboradores da universidade e da comunidade externa. “Conseguimos arrecadar 12,7 toneladas de alimentos. Neste último mês, contamos ainda mais com a ajuda e engajamento de todos para que possamos atingir a meta inicial, que é de 20 toneladas. Muitas famílias precisam da nossa ajuda. Doar é um ato amor”.

Uma das coordenadoras da Rede Solidária São Leo, Patrícia Castro Nascimento, ajuda diversas famílias no loteamento Mauá. “Eu vejo o quanto as famílias ficam felizes com as doações. Agradeço a Unisinos e a parceria, pois muitas famílias não têm trabalho e nem como se sustentar. É uma ajuda muito bem-vinda. Em nome do loteamento Mauá e dos 16 loteamentos que recebem doações da Rede Solidária, gostaria de agradecer a todos que colaboraram”.

Crédito: Pedro Barbosa

A pouco mais de um ano no Brasil, a venezuelana Josmairy Rangel, mora no loteamento Mauá com o marido e um filho recém-nascido. Para ela, a ajuda chega em um momento de grande dificuldade, pois a família está com dificuldade para conseguir trabalho no país. “Quero agradecer em nome de todos os colegas venezuelanos que receberam as cestas básicas. É uma ajuda importante para nós”.

Crédito: Isabela Giongo

Com dois filhos pequenos, Jéssica Schwarzbolt, 24 anos, destaca a importância das doações. “Representa muito para nós, pois estou sem trabalho. Já larguei currículo em vários lugares, mas está difícil. Neste momento de dificuldade, é importante ganhar a cesta básica”.

Sem trabalho e com cinco filhos, Daniela Barbosa da Silva, 35 anos, estava aguardando a ajuda da campanha. “Como não tenho um serviço concreto, as doações me ajudam muito. Agradeço a organização e o empenho de todos que colaboraram”.

Crédito: Pedro Barbosa

Uma rede de solidariedade

A coordenadora de Relações Institucionais e Internacionais do Tecnosinos e integrante do Comitê Solidariedade, Sandra Schmidt Schafer, ressalta que além da comunidade acadêmica, os funcionários das empresas instaladas no Parque também estão colaborando com a ação. “É uma corrente de solidariedade, que envolve também os familiares das pessoas que trabalham aqui no Tecnosinos. Além do benefício da doação, ser solidário é uma mão de duas vias. Ajudar faz bem também para quem doa, provoca um sentimento muito gratificante. Se cada um pudesse ver de perto a necessidade e a situação pela qual estão passando as pessoas que auxiliamos, se solidarizariam muito mais”.

O coordenador de Projetos do Centro Medianeira, Fabio Pinheiro, entende que a instituição foi acolhida pelo projeto UniSolidária. “Agradecemos a Unisinos e a todos que colaboraram para a doação das cestas básicas, que ajudam a combater a fome das famílias em vulnerabilidade no município. A contribuição com alimento garante um resultado imediato junto às famílias”.

Um dos coordenadores da Rede Solidária São Leo e integrante do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, Cleber dos Santos Martins, destaca o trabalho desenvolvido junto ao loteamento Steigleder. “Auxiliamos pessoas que não tem o que comer ou onde morar. Você que doa, saiba que seu gesto também beneficia crianças, cadeirantes e pessoas sem trabalho. São famílias carentes que necessitam de alimento. Quem tiver condições de nos ajudar, essa é a hora”.

Crédito: Pedro Barbosa

Instituições beneficiadas no terceiro mês da campanha

  • Centro Comunitário de Educação Infantil CCEI Talitha Kum (35 cestas básicas);
  • Centro Medianeira (30 cestas básicas);
  • Comunidades atendidas pela Rede Solidária São Leo (270 cestas básicas);
  • Associação Mantenedora Pandorga (35 cestas básicas).
Saiba como contribuir

Ajude a manter vivo o espírito da solidariedade através da sua ajuda na campanha UniSolidária. As doações podem ser feitas até o fim do mês.

Você pode depositar qualquer quantia na conta:

BANCO BANRISUL S/A

Agência: 0410 SÃO LEOPOLDO/RS

Conta: 06.226166.0-4 ASAV UNISINOS Solidariedade

CNPJ 92.959.006/0008-85

Ou realizar a transferência pelo Pix que é exclusivo da conta Solidariedade:

solidariedade@unisinos.br

Sua doação faz a diferença, participe.