Fórum Responsabilidade Social Corporativa

Evento aconteceu na tarde dessa terça-feira, 18/6, no Auditório da Unitec, no Campus São Leopoldo

MICHELLI MACHADO

Na tarde dessa terça-feira, 18/6, aconteceu o Fórum de Responsabilidade Social Corporativa 2019, evento organizado pela Embaixada da República da Coreia em parceira com a Unisinos. A Coreia do Sul é um dos países com os quais a Universidade tem mantido relações de cooperação internacional. Por isso, em 2019, quando completam 60 anos de relações bilaterais de parceria entre essa nação e o Brasil, a Embaixada da Coreia do Sul no Brasil procurou a Universidade para celebrar essa data e realizar o fórum.

Esse é o 3º Fórum de Responsabilidade Social Corporativa feito no Brasil e é a primeira vez que essas atividades acontecem no Rio Grande do Sul. A iniciativa tem como objetivo promover a conscientização da Responsabilidade Social Corporativa no Estado, compartilhar experiências de projetos e trabalhos ligados ao tema, e estreitar as relações das empresas da região, junto às instituições de nível governamental, acadêmico e social.

[Lançamento Chip HT Micron Crédito: Rodrigo W. Blum

O embaixador da República da Coreia no Brasil, Chan-woo Kim lembrou de sua participação no fórum Brasil-Coreia em 2018. “Este ano, retorno a essa casa com o Fórum de Responsabilidade Social Corporativa, para pensamos sobre como as empresas retornam parte de seus lucros em prol da sociedade. É necessário pesarmos também como a comunidade em torno tem apoiado as empresas”, afirmou. Para o embaixador a Responsabilidade Social Corporativa deve se tornar um DNA de empresas brasileiras e coreanas. “Espero que o fórum ajude todas as empresas do Brasil a caminharem nessa direção”, enfatizou.

[Lançamento Chip HT Micron Crédito: Rodrigo W. Blum

O secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís da Cunha Lamb, falou do pioneirismo da Coreia. “Nós vivemos um ciclo em que a nossa economia e sociedade necessita de Responsabilidade Social Corporativa. O conceito de economia circular já aponta para essa responsabilidade social para que possamos ter uma vida civilizada”, destacou.

O reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, também fez uso da palavra e lembrou dos 60 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e a Coreia. “Há 50 anos, o Brasil estava à frente da Coreia e, hoje, nos inspiramos na Coreia para falar de inovação e tecnologia”, afirmou o reitor, que também aproveitou a oportunidade para agradecer a escolha da Unisinos para realização do fórum.

[Lançamento Chip HT Micron Crédito: Rodrigo W. Blum

Pe. Marcelo mencionou os 50 anos da Unisinos, os 20 anos do Tecnosinos e os 10 anos da HT Micron e afirmou que refletir sobre a temática da Responsabilidade Social Corporativa é muito importante. “Com a Responsabilidade Social Corporativa tiramos frutos e geramos oportunidades de trabalho num mundo que está se automatizando, mas que é humano, antes de tudo”, ponderou.

Durante o evento, a Embaixada da República da Coreia entregou à Unisinos um prêmio em agradecimento pela dedicação e o empenho da Universidade na realização do fórum. No decorrer da tarde, foram realizadas uma série de apresentações sobre a temática de Responsabilidade Social Corporativa.

[Lançamento Chip HT Micron Crédito: Rodrigo W. Blum

O professor do Programa de Pós-Graduação em Design Gustavo Borba falou sobre Responsabilidade Social Universitária no contexto da Unisinos e a importância da curricularização. Em seguida, a diretora do Parque Tecnológico, Susana Kakuta, apresentou o Tecnosinos e a Iniciativa de Responsabilidade Corporativa Green Tech Park. A terceira fala ficou por conta de Matheus Souza, Labs Innovation Lead (SAP Labs)/CSR Lead.

[Lançamento Chip HT Micron Crédito: Rodrigo W. Blum

Após o intervalo, foi a vez de saber mais sobre IoT como ferramenta para Responsabilidade Social Corporativa, com o CEO da HT Micron, Chris Ryu. Para finalizar os painéis, Manolo Machado, sócio proprietário da Startup Silo Verde, contou sua trajetória desde a conquista do prêmio Roeser até a inserção no mercado. Encerradas as apresentações, foi aberto um espaço de perguntas e respostas em que o público pode interagir com os painelistas e aprofundar o debate sobre o tema.