Formação ampla em Biomedicina

A graduação possibilita interação com diferentes cursos da área da saúde

RHAVINE FALCÃO

Na Unisinos, a Graduação em Biomedicina proporciona uma formação ampla ao aluno. O curso possibilita uma interface estreita com diferentes cursos da área da saúde. Assim, o estudante é preparado de forma interdisciplinar e multiprofissional para o mercado de trabalho.

O coordenador do curso, Guilherme Müller, conta que o aluno terá aulas no Laboratório de Biologia Molecular e Toxicologia, onde será possível o contato com um espaço diferenciado e equipamentos de ponta que permitem uma aproximação ainda mais qualificada entre a teoria e a prática. Além de contar com diferentes laboratórios como microscopia, química e anatomia.

[Alunos atuando nos laboratórios de ensino e pesquisa do curso de Biomedicina Crédito: Rodrigo W. Blum

“A graduação ainda possui em sua grade curricular mil horas de estágio, onde o aluno terá a oportunidade de colocar em prática o conhecimento trabalhado ao longo do curso em um ambiente profissional, aproximando-o ainda mais do mercado de trabalho”, completa Guilherme.

A Biologia Molecular é uma área de estudo relacionada à genética e à bioquímica. A professora do curso, Luiza Emy Dorfman, conta que o aluno poderá estudar e investigar as interações entre os vários sistemas celulares, a relação entre o DNA, o RNA e a síntese de proteínas, e o modo como essas interações são reguladas.

“As técnicas de Biologia Molecular são bastante utilizadas atualmente para testes diagnósticos de uma série de doenças; para compreender os mecanismos envolvidos no desenvolvimento e evolução de doenças, principalmente de neoplasias; desenvolvimento de fármacos; biotecnologia; além de fornecerem dados para as análises de bioinformática e classificação e identificação dos seres vivos, como nos testes de paternidade e investigações forenses”, explica Luiza.

[Alunos atuando nos laboratórios de ensino e pesquisa do curso de Biomedicina Crédito: Rodrigo W. Blum

Assim como a Biologia Molecular, a Toxicologia é também uma ciência multidisciplinar que está muito relacionada com a química. Guilherme explica que a Toxicologia consiste da busca, análise e quantificação de compostos químicos que podem ser aplicados a diferentes áreas, como a Clínica que visa identificar intoxicações e envenenamentos; a Esportiva que busca identificar o doping esportivo; a Ocupacional que analisa e quantifica contaminantes do ambiente de trabalho; a alimentar que busca agrotóxicos e toxinas; além da área forense.

“Independentemente da área em que for atuar, o conhecimento sobre as técnicas de análise toxicológica é fundamental para o profissional. E o curso de Biomedicina da Unisinos propicia não apenas as aulas teóricas, mas também atividades práticas em um moderno laboratório onde o aluno tem contato com equipamentos sofisticados de análise toxicológica, sendo essa ênfase um grande diferencial para o egresso”, afirma o coordenador.

O curso de Biomedicina possui a atividade acadêmica de Toxicologia Forense onde conceitos da área são trabalhados, combinando procedimentos da química analítica e da toxicologia geral em atividades teóricas e práticas. A professora do curso, Angela Malysz Sgaravatti, conta que hoje há um grande interesse na área forense por parte dos profissionais das áreas da saúde e biológicas, e dentro desse contexto, o preparo acadêmico ainda na graduação é um grande diferencial para o profissional.

“O estudo de Toxicologia Forense fará com que o estudante seja capaz de compreender as atribuições de um perito criminal na área e de realizar as análises de substâncias em materiais biológicos (urina, sangue) e/ou brutos (pó, comprimidos) com a finalidade de auxiliar um processo legal, criminal ou não”, explica Angela.

Ficou interessado na Graduação em Biomedicina? Saiba mais no site da Unisinos que está com inscrições abertas para o Vestibular de Inverno.