Eventos celebram o Natal na Unisinos

Confraternização de final de ano da Universidade aliou comemoração e agradecimento

MICHELLI MACHADO

É tempo de agradecer e celebrar mais um ano que chega ao fim. E, 2019, foi especial para Unisinos, pois a Universidade completou 50 anos. Nesse clima de comemoração e agradecimento, tendo como tema os 50 anos de histórias e memórias da Unisinos, na última quarta-feira, 18/12, os colaboradores da universidade se reuniram para um momento de confraternização.

Crédito: Rodrigo W. Blum

O encontro aconteceu no Anfiteatro Padre Werner, no Campus São Leopoldo. Os funcionários foram recepcionados pelo violinista, Iran Jorge da Silva, e um artista em pernas de paus, que davam boas-vindas ao grupo que passava por uma cortina de bolhas de sabão na chegada do evento.

A apresentação do vídeo da campanha Nossa História, deu início ao evento e, logo após, o reitor, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, falou aos presentes. “A celebração de hoje é de gratidão, lembrado dos colegas que construíram a nossa Universidade. É também, uma celebração de contemplação do mistério de Deus e do Menino na manjedoura, onde vemos toda a dignidade humana”, afirmou.

O reitor reforçou que a Unisinos é uma universidade que cultiva o carinho, a integração e o afeto com os pequenos, e falou de suas perspectivas para o próximo ano. “A minha fala é uma fala de confiança, de olhar os desafios do amanhã, e de gratidão por todos vocês. Que Deus nos abençoe”, pediu.

Momento cultural

A poesia Motivo, de Cecília Meirelles, declamada por Cleia Haubert, abriu o espetáculo. Ao longo da tarde, outros mestres da poesia foram trazidos ao palco como Carlos Drummond de Andrade e Mario Quintana. O evento também contou com apresentações artísticas do grupo de dança Explosão, de canto e piano, com a cantora Isadora Apollo e o pianista Gustavo Barcello, a atração circense Roda Alemã, com o artista Pepi KO e um número de balé com a bailarina Julia Barbosa.

Crédito: Rodrigo W. Blum

Ao final do espetáculo, foi apresentado ao público um pequeno recorte do documentário de 50 anos da Unisinos, que já está disponível para toda a comunidade acadêmica em unisinos.br/nossahistoria. E, como diz o poema Ano Novo, de Drummond, declamado durante o evento: “Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre”. 

Celebração Eucarística

Na quinta-feira, 19/12, foi dia de celebrar o nascimento de Jesus. Na ocasião, o reitor presidiu a Missa de Natal, na Galeria Cultural da Biblioteca. O momento foi de reflexão e agradecimento pelo ano vivido.

Crédito: Rodrigo W. Blum

“Nessa celebração, nos congregamos uma universidade Jesuíta, que tem suas raízes profundas na celebração de Natal. Nosso compromisso é com ideias, com políticas, com conhecimento, e como tudo isso ‘se faz carne’ e habita entre nós”, afirmou.

Pe. Marcelo destacou ainda da importância de amar e servir. “Um dos valores que mais nos move é o amor que se traduz em serviço. Nossa consigna é em tudo amar e servir”, finalizou o reitor, desejando um Feliz Natal e um abençoado 2020 a todos.

Confira mais imagens do eventos

Celebração de Natal 2019

Celebração de Natal 2019