Em apoio aos profissionais da Saúde

Durante a pandemia, terapeutas atenderão de maneira gratuita

MATHEUS N. VARGAS

O Laboratório de Estudos em Saúde Integrativa (Labesi) da Unisinos, junto de outras universidades, através das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), está participando da campanha Proteger o trabalhador e a trabalhadora é proteger o Brasil, do Conselho Nacional de Saúde (CNS). A campanha é destinada aos profissionais da Saúde que desenvolvem funções assistenciais, administrativas e operacionais, da atenção básica à assistência hospitalar especializada.

Crédito: Getty

As PICS são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir diversas doenças como depressão e hipertensão. Em alguns casos, também podem ser usadas como tratamentos paliativos em algumas doenças crônicas.

A coordenadora do Labesi, Rosalia Figueiró, conta que as atividades iniciaram no RS, mas o CNS pediu que o atendimento fosse ampliado. “Todos os terapeutas possuem formação e experiência para o teleatendimento. Os atendimentos são registrados na plataforma, contamos com um banco de dados sobre o motivo pela busca do atendimento, bem como a real situação que estes profissionais estão passando diante da pandemia”.

Atualmente, a rede conta com 70 terapeutas, são eles docentes, pesquisadores e bolsistas com formação e experiência em teleatendimento.

Profissionais de saúde podem requerer, de maneira gratuita, atendimentos por meio de telefone, Whatsapp, plataformas de redes sociais ou videochamadas. Para solicitar atendimento, acesse revirasaude.com, clique em Trabalho na saúde e quero apoio. Selecione a iniciativa que melhor se adeque as suas necessidades e preencha com seus dados. Os atendimentos estarão disponíveis enquanto durar a pandemia.