Aprender e compartilhar

Vencedora do Prêmio Educador do Ano de 2019 fala para turmas do Mestrado Profissional em Gestão Educacional

VANESSA IORIS - FUNPET

Compartilhar conhecimento vai além do que simplesmente passar informações adiante. Significa aprender ainda mais. Esse é o sentimento da professora Joice Maria Lamb, coordenadora pedagógica da EMEF Profª Adolfina J. M. Diefenthäler, de Novo Hamburgo. No dia 19 de outubro, ela esteve reunida com as turmas das disciplinas de Gestão da Educação Básica e Avaliação Institucional, do Mestrado Profissional em Gestão Educacional da Unisinos, no campus em Porto Alegre.

Joice foi eleita vencedora do prêmio Educador do Ano de 2019, durante a 22ª edição do Prêmio Educador Nota 10, considerada a maior premiação da Educação Básica brasileira. “A proposta do nosso Programa de Mestrado Profissional é possibilitar uma formação continuada, ativa e próxima da realidade social da educação, das práticas de gestão e sua interação com os diferentes sistemas educacionais, de forma global. Nesse sentido, convidamos a Joice para essa troca”, explicou o professor responsável pela atividade, José Edimar de Souza.

[Inscrições para Vestibular de verão Unisinos Crédito: Divulgação

Aos presentes, Joice contou detalhes sobre o projeto vencedor “#aprenderecompartilhar – Escola inovadora”. A iniciativa valoriza a participação da comunidade escolar e promove a formação continuada dos professores, sempre com o foco na aprendizagem dos estudantes. “É uma proposta que une a escola com o objetivo de fazer com que os alunos aprendem mais e que, também, melhore a questão do clima escolar, da empatia, do respeito e da disciplina”, contou.

Segundo o professor José Edimar, há inúmeros ganhos com esse tipo de experiência realizada. “A escuta sensível feita por todos a partir do relato e da problematização apresentada por Joice contribuiu não apenas para a compreensão do fenômeno prático do Gestor Educacional, mas sobretudo envolveu mobilizar reflexões diante da pesquisa, da interação com a comunidade e da prática da gestão democrática, necessária para a compreensão das políticas públicas e educacionais”, completou.

Para Joice, não foi diferente. Estar em contato com profissionais da área só trouxe benefícios. “A troca é sempre algo positivo. Toda vez que eu estou compartilhando a minha experiência, eu estou refletindo sobre ela novamente. E os alunos quando estão ouvindo uma experiência prática, estão refletindo sobre aquilo que leram, aquilo que aprenderam e colocando sentido. A prática tem esse poder da gente conseguir pensar sobre a teoria que a gente lê e fazer relações”, enfatizou a coordenadora pedagógica, que tem 28 anos de carreira em escolas públicas.