Mestre cervejeiro

Aluno do Curso de Engenharia de Alimentos é premiado em Concurso Brasileiro de Cerveja Artesanal

MICHELLI MACHADO

Nicolas Weber está no 6º semestre do curso de Engenharia de Alimentos, mas desde 2013, já trabalha no setor de cervejas artesanais. “A Traum nasceu de um hobby, produzia cerveja em casa e na época estava desgostoso com meu atual emprego, então meu pai deu a ideia de transformar meu hobby em um negócio. A ideia inicial era ser um BrewPub, um bar que produz e vende a própria cerveja, mas a parte produtiva acabou ficando pronta antes do bar, então começamos a vender a amigos e conhecidos”, relembra. O estudante conta que aos poucos as pessoas foram conhecendo e apreciado a cerveja. “Quando nos demos por conta já não tínhamos capacidade de produção para atender nosso próprio bar, então desistimos da ideia inicial de ser um BrewPub e nos focamos em ser uma Cervejaria Artesanal”, afirma.

[Aluno premiado Crédito: Acervo Pessoal

Há dois anos, Nicolas e a Traum participam de Concursos Comerciais de Cerveja. E, em 12/3, foram premiados no Concurso Brasileiro de Cervejas 2019, que ocorreu em Blumenau - SC. O evento é o terceiro maior concurso cervejeiro do mundo. Nessa edição, foram 3115 rótulos inscritos, 156 estilos diferentes de cervejas e 505 cervejarias participantes. Um total de 121 jurados, nacionais e internacionais, foram responsáveis pela decisão que deu a Nicolas, da Cervejaria Traum, a medalha de bronze na categoria Classic Irish-Style Dry Stout, com a cerveja Fenrir Dry Stout. 

“Essa medalha é fruto de muito empenho e dedicação, não só meus, mas também de toda a minha equipe. Sempre buscamos manter a maior qualidade possível em nossos produtos, então ser premiado em um concurso tão renomado quanto esse é algo muito bom para nós, sentimos muito orgulho em poder trazer esse prêmio para nossa cidade”, declara Nicolas.

Para o mestre cervejeiro, que diz estar na área que sempre amou, o vínculo com o curso de Engenharia de Alimentos qualificou o processo de produção de cerveja. “Cursar Engenharia de Alimentos na Unisinos me proporcionou muitos conhecimentos tecnológicos e de processos, que pude aplicar diretamente na minha empresa e melhorar a qualidade dos produtos”, destaca.

[Aluno premiado Crédito: Acervo Pessoal

A coordenadora do curso de Engenharia de Alimentos, Janice Silva, fala sobre a importância dessa premiação. “Para o curso de Engenharia de Alimentos é um motivo de orgulho ver o sucesso de nossos acadêmicos empreendedores. Muitos de nossos alunos ingressam no curso envolvidos em determinado segmento. Essas conquistas fazem parte da excelência dos recursos humanos que estamos formando”, afirma.

curso de Engenharia de Alimentos da Unisinos foi avaliado com nota máxima pelo MEC, conquistando o título de melhor graduação da área no país e o 1º lugar no total geral de universidades brasileiras.

Projetos para o futuro

Nicolas vê o mercado de cervejas artesanais como promissor. “O mercado de cervejas artesanais vem crescendo cerca de 30% a cada ano, cada vez mais ouvimos falar de abertura de novas cervejarias e afins”, comenta.

Segundo o mestre cervejeiro, o consumidor está ficando cada vez mais exigente e a parcela da população que consome cerveja artesanal, que busca por qualidade, tem crescido. “Nós estamos em uma rota turística, então temos uma certa vantagem nessa questão, pois muitas pessoas já vêm para a serra procurando pela cerveja artesanal, acredito que isso só tende a crescer nos próximos anos”, afirma.

O estudante e empresário tem planos de expansão para os próximos anos. “Hoje atendemos basicamente só Nova Petrópolis, pensamos em expandir a área de atuação para algumas outras cidades ao redor, mas a ideia não é crescer muito em questão de produção, mas buscar diversificar nosso produto”, destaca. Entre os projetos para o futuro da Traum está o trabalho com envelhecimento em barricas de madeira e outros microrganismos fermentativos, na busca por trazer produtos cada vez mais especializados para os seus clientes.