Do TCC ao empreendedorismo

Aluna do curso de Nutrição fez de seu Trabalho de Conclusão um produto que será comercializado

MATHEUS N. VARGAS

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma fase que todos os estudantes de graduação devem passar para obter seu diploma. Porém, a estudante de Nutrição Andrieli Castro foi além, seu TCC será posto no mercado.

A futura Nutricionista conta que seu trabalho foi o desenvolvimento tecnológico de um sorbet (produto feito sem leite e com baixo teor de gordura) de açaí juçara e jambolão. “A ideia foi ir além do simples Trabalho de Conclusão para efetivamente desenvolver um produto e inseri-lo no mercado, aproveitando o incentivo e os conceitos de inovação e empreendedorismo despertados nos encontros durante a orientação.”

Crédito: Divulgação

Andrieli explica que trabalha em uma empresa de gelados e comestíveis e o produto é a união de duas frutas de coloração roxo escuro, ricas em antioxidantes e outros nutrientes, sendo que uma possui risco de extinção e a outra é subutilizada. “A ideia é oferecer um produto que unisse as seguintes tendências do mercado de alimentos: praticidade e conveniência com saudabilidade. Em termos dos benefícios que o produto traz ao consumidor, os atributos funcionais são: prático, conveniente, saboroso, saudável, rico em antioxidantes, inovador, vegano, sem glúten, sem lactose e sem corante artificial”.

Como o açaí está bem popular e sendo altamente consumido, a estudante considerou desenvolver um produto com o açaí juçara, uma fruta rica em antioxidantes e extremamente semelhante ao açaí da Amazônia, porém com um perfil nutricional superior. “Após iniciar as pesquisas, para minha surpresa, descobri que a palmeira juçara tem risco de extinção devido ao desmatamento e exploração do seu palmito, e uma das formas de assegurar sua preservação é utilizando os seus frutos para a produção de açaí, o que acabou sendo um incentivo a mais para realmente desenvolver um produto com o açaí juçara”, afirma Andrieli.

Após isso, a professora da Escola de Saúde e orientadora do TCC, Rochele Rossi, que trabalha com inovação em alimentos, sugeriu combinar o açaí juçara com o jambolão. “De início fiquei desconfiada dessa combinação, mas após realizar pesquisas, fiquei mais confiante que poderia ser um ótimo produto, pois o jambolão também possui muitos antioxidantes, nutrientes, e ainda possui propriedades medicinais e terapêuticas. Contudo é uma fruta pouco aproveitada, mais um motivo para fazer uso dela”, lembra a futura Nutricionista.

O grande diferencial do sorbet de Andrieli é o número menor de ingredientes. “A maioria dos sorbets e cremes de açaí possuem uma lista enorme de ingredientes e o percentual de polpa da fruta é pequeno, diferentemente do sorbet desenvolvido, onde foram utilizados menos ingredientes e a maior parte dele é composto pela polpa da fruta, se alinhando ao movimento de mercado de desenvolvimento de produtos Cleam label”, conta a estudante.

Crédito: Divulgação

Para a professora Rochele, o trabalho da estudante vai ao encontro do incentivo ao empreendedorismo dado pela Unisinos. “Alinhado ao novo olhar da universidade para o desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso aplicados e as tendências de mercado mundial no desenvolvimento de alimentos, a ideia desse projeto foi desenvolver um produto inovador e saudável, impulsionando e estimulando na aluna a cultura empreendedora para a inovação e entrega ao mercado de um produto saudável e sustentável.

O público alvo do produto desenvolvido serão veganos, intolerantes à lactose e ao glúten, e o público em geral que procura por uma opção mais saudável. A pretensão disponibilizar os produtos para a venda em lojas e casas de produtos naturais e nos supermercados que dispõem de um espaço para produtos voltados a esse público.