Alunos do curso de Fisioterapia participam do Outubro Rosa

Atividade integrou estudantes da Unisinos com a comunidade Cohab Duque

MICHELLI MACHADO

Na manhã dessa terça-feira, 30/10, os alunos do curso de Fisioterapia da Unisinos participaram de uma atividade na Unidade Básica de Saúde (UBS) e Estratégia de Saúde da Família (ESF) da Cohab Duque, com as moradoras do bairro. Os estudantes que participaram da ação estão cursando a atividade acadêmica de Estágio em Fisioterapia III. Uma das propostas da disciplina é que cada aluno fique responsável pelo tratamento de dois pacientes, que serão acompanhados, semanalmente, ao longo do semestre.

“Há 12 anos, o curso de Fisioterapia vem inovando com atividades que unem a teoria e a prática, chamado de ensino-serviço-comunidade. Essa é uma parceria institucional entre a Prefeitura de São Leopoldo e a Unisinos”, explica a coordenadora do curso Ana Paula Karolczak.

[Outubro Rosa Fisioterapia Crédito: Rodrigo W. Blum

Embora o curso de Fisioterapia já tenha uma caminhada consolidada no trabalho junto a comunidades, em 2018, foi a primeira vez que houve essa aproximação com os moradores da Cohab Duque. “Esse ano está sendo de muitas novidades para nós, e essa parceria com a Unisinos tem sido muito importante porque os estudantes trabalham diretamente com a comunidade, indo aos domicílios e também atuando na UBS e isso tem feito toda a diferença”, afirma a enfermeira e coordenadora técnica da Unidade, Loeci Madalena Farias.

Os alunos também reconhecem a importância desse tipo de atividade para formação profissional. “Aqui a gente está se inserindo dentro da realidade das pessoas. Vai além da técnica e passa a fazer parte da vida, e isso contribui para formação profissional”, destaca Paula Lawisch.

[Outubro Rosa Fisioterapia Crédito: Rodrigo W. Blum

Para Mariana Ramos, o mais interessante desse tipo de prática é a possibilidade de criar laços entre o fisioterapeuta e o paciente. “No âmbito clínico a gente não sabe o que se passa na casa da pessoa, já esse acompanhamento forma vínculos, aproxima o paciente e o profissional”, enfatiza a estudante.

Carmen Lucia Salazar é paciente de Lisiane Nunes e conta como está sendo a experiência. “Esse acompanhamento está me ajudando bastante. Eu tive uma queda, o ano passado, quebrei o tornozelo e fiz uma cirurgia. Ter esse atendimento em casa está sendo fundamental para minha melhora, porque ainda tenho dificuldade de andar”, ressalta.  A estudante também destaca os benefícios desse tipo de acompanhamento. “Nessa atividade a gente tem a chance de conhecer melhor as pessoas e usar a criatividade para realizar o trabalho e suprir as necessidades do paciente, por isso essa é uma experiência muito importante”, afirma.

[Outubro Rosa Fisioterapia Crédito: Rodrigo W. Blum

Nessa manhã, pacientes e estudantes se encontraram nas dependências da UBS para uma ação em comemoração ao Outubro Rosa. Num momento de descontração, os alunos fizeram uma atividade cultural com música e coreografia para a comunidade, e convidaram o grupo para participar de uma série de alongamentos. A atividade foi realizada em parceria com a Associação Força Rosa, que conduziu uma roda de conversa onde mulheres que tiveram câncer de mana deram seus depoimentos sobre como venceram a doença. “O câncer levou o meu cabelo, mas não levou meu sorriso nem minha fé”, afirmou uma das integrantes do grupo.

Confira mais imagens da ação:

Ação Outubro Rosa - Fisioterapia Unisinos

Ação Outubro Rosa - Fisioterapia Unisinos