Competição com palitos de bambu promete agitar campus

Estudantes de Engenharia Civil deverão projetar pontes em escala reduzida

CAROLINA SCHAEFER
27 de Maio de 2016 - 18:15 | Atualizado: 30 de Maio de 2016 - 14:35

Em dezembro de 2007, na província de Hunan, chineses construíram em 10 dias uma ponte de bambu, que suportava até 90 toneladas e permitia o tráfego de veículos de grande porte. Quase onze anos depois, os graduandos de Engenharia Civil da Unisinos, vivenciarão uma experiência parecida.

Tudo bem, não é uma ponte destinada a um município ou vilarejo. Ela é diferente, feita de palitos de bambu e faz parte de uma competição que promove um acréscimo na consciência de mundo real, pensando em novas possibilidades de estruturas viáveis economicamente, como o objetivo da construção chinesa. A I Competição Estudantil de Pontes de Palitos de Bambu está com as inscrições abertas até 24 de junho e espera o cadastro da sua equipe.

O objetivo do evento é complementar a formação dos acadêmicos no que tange à aplicação de conceitos, leis, fórmulas e teoremas da Análise Estrutural. Os participantes são orientados a projetar e construir um modelo em escala reduzida de uma ponte, a partir dos critérios estabelecidos pela comissão organizadora. Neste processo, será possível consultar professores e usufruir dos laboratórios da universidade.

A ponte deverá ser construída utilizando apenas palitos (espetinhos) de bambu para churrasco e colas epoxi do tipo massa e do tipo resina. Será admitida também a utilização de cola quente em pistola para a união das barras nos nós. Outros tipos de cola poderão ser admitidos se submetidos previamente à consideração dos membros julgadores da comissão organizadora da competição.

[palitos de bambu

Integração dos alunos

Além de contribuir para a formação técnica dos acadêmicos, a emoção de participar de uma competição diferenciada promoverá maior integralização entre os alunos do curso, através da troca de experiências.

Para incentivar os estudantes na sua criação, a comissão organizadora definiu um conjunto de regras que procuram contemplar uma variedade de projetos, sem comprometer a liberdade de inovação dos projetistas. Isso garante que existam, no final da competição, várias pontes com propostas bem diferentes.

Não esqueça de ler o regulamento do evento. O anexo de inscrição está na última página do documento. Você pode conferir, clicando aqui.