Aula magna da Geologia

Professor Christopher Fielding, da Universidade de Nebraska-Lincoln, foi o palestrante do evento

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL

Entre os dias 4 e 5 de novembro, o Programa de Pós-Graduação em Geologia recebeu a visita do professor Christopher Fielding, da Universidade de Nebraska-Lincoln. O pesquisador, que veio ministrar a aula magna da Geologia, é considerado um dos grandes líderes na área de sedimentologia e tem uma vasta experiência no estudo de sistemas deposicionais clásticos, continentais, costeiros e marinhos rasos, com foco em exploração de recursos minerais como os hidrocarbonetos e o carvão.

Crédito: Divulgação

A palestra intitulada The end-Permian mass extinction from a high southern palaeolatitude perspective apresentou os resultados obtidos após anos de pesquisa desenvolvida em depósitos continentais da Bacia Sedimentar de Sidnei, na Austrália. “As evidências da grande extinção em ambientes continentais apontam para o desmatamento como a causa direta das mudanças que ocorreram na fauna, entre a passagem do Permiano para o Triássico, há 252 milhões de anos”, explicou o palestrante.

A aula magna da Geologia contou com a participação de alunos da Graduação e da Pós-Graduação em Geologia da Unisinos e pesquisadores e professores da Unisinos, Unipampa e UFRGS. Durante a sua estada na Unisinos, Fielding conheceu um pouco da infraestrutura da Universidade, do Programa de Pós-Graduação em Geologia e visitou itt Fossil. Além disso, o pesquisador participou de um workshop com mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos do PPGeo onde os estudantes apresentaram suas pesquisas.

Crédito: Divulgação