Melhor Sejong Hakdang das Américas

Instituto de coreano King Sejong, com sede na Unisinos, recebe prêmio em Los Angeles

MICHELLI MACHADO

No início do mês de agosto, durante o American Workshop for King Sejong Institute Directors and Operating Staff 2019, foram escolhidos os três melhores institutos de coreano do continente para realizarem uma apresentação e concorrerem ao prêmio de Melhor Sejong Hakdang das Américas. A apresentação aconteceu no Centro Cultural Coreano em Los Angeles, na Califórnia.

[Insituto Coreano da Unisinos é premiado Crédito: Divulgação

Na ocasião, o Instituto de Coreano com sede na Unisinos se destacou e foi consagrado como o Melhor Sejong Hakdang das Américas. “Acredito que esse prêmio é resultado de uma forte parceria entre a Unisinos, a Paichai e o governo coreano. Essa é uma conquista do Instituto King Sejong São Leopoldo, que só foi possível graças à parceria entre todos, que possibilitou realizar as atividades com excelências, nos fazendo merecedores dessa premiação”, afirma o representante administrativo do Instituto King Sejong São Leopoldo, Max Fritsch.

[Insituto Coreano da Unisinos é premiado Crédito: Divulgação

Para a professora de coreano Sujin Kim, é muito difícil ensinar um grande número de alunos sozinha e ainda realizar eventos para divulgar a cultura coreana. “Embora tenha sido difícil, sempre dei o meu melhor para o sucesso do instituto. Graças a toda ajuda fornecida pela Unisinos e pela Universidade Paichai, consegui trazer para nosso Instituto King Sejong São Leopoldo esse prêmio”, destaca a professora.

O Instituto de Coreano foi fundado, em São Leopoldo, em 2012. O governo coreano criou o Instituto King Sejong com o objetivo de ensinar a língua e cultura coreana ao redor do mundo. Desde sua inauguração, 344 alunos já receberam o certificado do instituto. Em 2018, devido a uma grande procura pelo idioma, foi aberta uma extensão do instituto no Campus Porto Alegre. Neste semestre, cerca de 100 estudantes cursam coreano na Unisinos. As aulas são gratuitas.