Unisinos anuncia mudanças na sua estrutura organizacional reforçando o seu compromisso com a excelência acadêmica e a sustentabilidade econômico-financeira

MARCELO FERNANDES DE AQUINO - REITOR DA UNISINOS

A trajetória da Unisinos nesses seus quase 50 anos de existência é marcada por uma relação de mútua influência com o seu ambiente. Nossa instituição tem se notabilizado por estimular o desenvolvimento regional e transformar as pessoas e a sociedade por meio da geração e difusão de conhecimento. Ao mesmo tempo, a Universidade, como toda e qualquer organização, não está imune ao que ocorre no seu entorno. Iluminada pela sabedoria espiritual da Companhia de Jesus, a Unisinos tem mostrado competência para moldar suas estratégias e sua estrutura organizacional sempre em busca da excelência acadêmica e da sustentabilidade econômico-financeira, estando, ao mesmo tempo, atenta às mudanças no seu ambiente econômico e social. Num cenário de rápidas transformações, a Universidade precisa, mais do que nunca, do discernimento de seus gestores e de todos os seus colaboradores para manter-se firme em seus propósitos, superando os desafios e aproveitando as oportunidades que emergem em função de novas configurações sociais, políticas e econômicas.

Essa necessária capacidade adaptativa, que protege a essência de um projeto de universidade que se distingue no cenário do ensino superior brasileiro, sustentou as mudanças estruturais que a Unisinos efetuou ao longo das últimas décadas. Nossa Universidade, dando continuidade aos movimentos que vem promovendo nos últimos anos, está implantando, a partir de 2019, um conjunto de medidas que visam não apenas superar os desafios imediatos oriundos de uma conjuntura adversa que afeta principalmente as universidades comunitárias, mas especialmente aproximar ainda mais a instituição da concretização de sua visão de ser uma universidade de pesquisa com reconhecimento internacional.

Em um tempo que pede das organizações austeridade, foco nas suas capacidades essenciais e na sua missão, é imperioso que se repense a configuração da estrutura que deve apoiar nossa universidade em seu projeto de excelência no ensino, na pesquisa e na extensão. Tendo em mente essa perspectiva integradora, que busca conjugar nossa missão com a sustentabilidade institucional, comunico as medidas a seguir:

  • redesenho do modelo da educação a distância da Unisinos, o que demanda, entre outras ações, a criação de uma nova unidade acadêmica: a Unidade Acadêmica de Educação Online;
  • criação da Unidade de Apoio de Operações e Serviços, a partir da extinção das Unidades de Apoio de Serviços Acadêmicos e de Administração de Infraestrutura e Serviços, visando modernizar e aprimorar os serviços e processos de apoio das operações da Unisinos frente aos seus desafios estratégicos;
  • otimização da gestão da Ação Social, do Instituto Humanitas Unisinos (IHU) e do Instituto Anchietano de Pesquisa (IAP);
  • migração das funções da Controladoria Acadêmica e Avaliação Institucional e da Auditoria Interna para a Procuradoria e a Controladoria Financeira;
  • institucionalização da área de vendas, por meio da implementação do Escritório de Comercialização e de seu posicionamento como Órgão de Assessoramento da Reitoria;
  • institucionalização do Núcleo de Formação Docente como Órgão de Assessoramento da Reitoria;
  • reposicionamento da unidade de Caxias do Sul;
  • reestruturação do Marketing;
  • redimensionamento do vínculo com a Rádio e a Orquestra.

A essas ações, somam-se iniciativas que visam ao aperfeiçoamento da operação de ensino: lançamento da Graduação Pro; previsão do aumento de vagas da Medicina; Financiamento Banrisul para a Graduação; alinhamento dos institutos de pesquisa ao modelo de pesquisa aplicada.

Comunico, também, o retorno da Sra. Susana Kakuta, depois de liderar importantes órgãos da estrutura do Estado do Rio Grande do Sul (Badesul, Secretaria de Minas e Energia e Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia) ao cargo de Diretora da Unitec – Unidade de Inovação e Tecnologia da Unisinos, em substituição ao professor Luis Felipe Maldaner, que seguirá atuando como professor e pesquisador desta Universidade.

Esses movimentos dão sequência a uma trajetória de quase 50 anos da Unisinos como universidade empreendedora, em contínua transformação, capaz de promover renovações focadas nas suas estratégias e atentas às oportunidades e desafios que se apresentam. Trata-se de um movimento dialético, que conjuga mudança e permanência: inovam-se e ajustam-se estratégias e a estrutura organizacional, mas sempre como forma de alcançar maior êxito na realização da missão e da visão da Universidade. A Unisinos mantém-se firme no seu propósito permanente de “promover a formação integral da pessoa humana e sua capacitação ao exercício profissional, mediante a produção do conhecimento, o aprendizado contínuo e a atuação solidária, para o desenvolvimento da sociedade”. Ao mesmo tempo, os movimentos organizacionais aqui anunciados sinalizam para nossa comunidade universitária a ratificação do esforço institucional em busca do reconhecimento internacional da Unisinos como centro de excelência em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias inovadoras.