Sua opinião importa

Conheça os resultados da Avaliação de Ambientes 2019

MICHELLI MACHADO

A cada dois anos, a Comissão Própria de Avaliação - CPA Unisinos, junto com a Unidade de Apoio Operações e Serviços, convida alunos, professores, funcionários e tutores, de toda a Universidade, para participarem da Avaliação Institucional. A pesquisa busca mapear a percepção da comunidade acadêmica sobre serviços, mobilidade e ambientes nos campi e polos.

[Unisinos está na lista das melhores universidades do mundo Crédito: Divulgação

Esse ano, o questionário foi respondido entre os dias 12/08 e 06/09 por 3.312 pessoas. Em Porto Alegre, apresentou como pontos positivos a modernidade do campus e os aspectos tecnológicos, já em São Leopoldo, o destaque foi para a natureza do local e para a biblioteca.

Os principais pontos que precisam de melhorias, segundo os resultados da avaliação de 2019, são, em São Leopoldo, as salas de informática, que têm pouca infraestrutura para equipamentos. E, em Porto Alegre, os poucos ambientes de convivência e espaços silenciosos para estudo. “Quanto à performance dos computadores, estamos estudando junto à equipe técnica uma solução para amenizarmos os problemas. Além disso, iremos reforçar a rotina de manutenção preventiva para garantirmos uma melhor performance das máquinas. Os demais desafios de melhorias apontados na pesquisa, serão trabalhados no âmbito do Planejamento Estratégico da área”, explica a coordenadora de ambientes, Natássia Wolfart.

A partir da Avaliação Institucional, é possível implantar melhorias nos pontos identificados com problemas. Um exemplo disso, foram os investimentos feitos em climatização, a partir dos dados da última avaliação. Hoje, das 400 salas de aula do campus, 200 têm ar-condicionado. Com a realocação das aulas, o conforto está disponível em 100% das salas frequentadas por alunos nos turnos da manhã e tarde, e quase a totalidade das salas frequentadas no turno da noite. “A pesquisa é um instrumento que serve como base para a priorização das necessidades da comunidade acadêmica. Logo, todas as melhorias implantadas na Universidade têm como pano de fundo a pesquisa de satisfação da infraestrutura”, destaca o coordenador de serviços e qualidade, Lenon da Silva.

Segundo o diretor da Unidade de Apoio Operações e Serviços, Cristiano Richter, a Avaliação Institucional trouxe uma mudança importante na percepção de valor da comunidade universitária. “O que antes era visto como uma avaliação da infraestrutura, hoje, estamos buscando uma percepção da comunidade sobre o ambiente. Esta visão, mais abrangente, explora a relação da comunidade com o campus universitário, seja por intermédio da sala de aula, dos espaços de convivência, laboratórios, estacionamentos e caminhos, dentre outros”, afirma.

De acordo com Richter, a percepção desse ambiente pela comunidade universitária tem sido explorada por meio de diversas formas de interações e conexões. “A avaliação nos auxilia a entender essa percepção e priorizar as ações em prol de melhorias e inovações. Fato que a experiência é Unisinos, seja pelas relações do Campus com o processo de ensino-aprendizagem e até mesmo na prestação dos mais diversos serviços ofertados para comunidade universitária”, finaliza.

Saiba mais sobre os resultados da pesquisa aqui.