Maratona de Dados Unisinos retorna em versão online com o tema “cidades e comunidades sustentáveis”

Desafio reúne estudantes e profissionais em experiência multidisciplinar para estimular insights inovadores a partir da análise de dados

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL

Os cursos de Jornalismo e de Arquitetura e Urbanismo da Unisinos Porto Alegre preparam a terceira edição da Maratona de Dados, em parceria com Afonte Jornalismo de Dados. Desta vez, a interação entre estudantes, profissionais, professores e mentores será totalmente online, em dois sábados, dias 23 de outubro e 6 de novembro, das 9h às 13h. O foco do desafio será o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 11 - Cidades e Comunidades Sustentáveis. A inscrição é gratuita e oferece certificado para participantes com 75% de frequência nas atividades.

Crédito: Gustavo Roth/EPTC Edição de 2019 da Maratona de Dados

A abertura do evento contará com palestras de sensibilização com convidados que irão compartilhar suas experiências com análise de dados e projetos para cidades. O arquiteto e urbanista chileno Miguel Ángel Pino Quilodrán trará exemplos de sua atuação no planejamento de políticas públicas urbanas, já o cientista de dados Alexandre Calil contará como a ciência de dados ajudou a resolver (e criar) problemas no laboratório de inovação da cidade de São Paulo, onde ele atuou antes de criar o UniversiLAB. A professora da Unisinos Sonia Montaño completa a mesa de abertura falando sobre o projeto Cidades Audiovisuais, Inteligentes e Sustentáveis, que ela desenvolve na cidade de Osório, no litoral norte gaúcho.

“Transformar significativamente a construção e a gestão dos espaços urbanos é essencial para que o desenvolvimento sustentável seja alcançado”, destaca Izabele Colusso, uma das organizadoras do evento. Coordenadora da Especialização Cidades e professora do Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo da Unisinos, Izabele observa que temas relacionados à urbanização, como mobilidade, gestão de resíduos sólidos e saneamento, estão incluídos nas metas do ODS 11. “Este objetivo está alinhado à Nova Agenda Urbana da Organização das Nações Unidas. Adotá-lo como tema da 3ª Maratona de Dados é uma forma de entender melhor os desafios das cidades e comunidades e promover a conexão com quem está na linha de frente desta causa, trazendo os dados como parte dessa compreensão e entendimento”, complementa.

Sobre a Maratona de Dados

Com inspiração nos hackathons (maratonas de programação) realizados por empresas de tecnologia para desenvolver novos produtos e captar talentos para trabalhar em projetos inovadores, a Maratona de Dados Unisinos desafia estudantes e profissionais de diferentes áreas a analisar bases de dados e formular hipóteses em conjunto, buscando propor ações ou desenvolver soluções criativas para os problemas identificados. Os participantes são divididos em equipes multidisciplinares e contam com uma seleção de mentores qualificados para acompanhar o desenvolvimento da proposta, desde a formulação das perguntas iniciais até a busca e análise de dados. Ao final, cada equipe apresenta em um pitch o seu percurso e os resultados obtidos para uma banca, que indica os trabalhos destaques.

Crédito: Gustavo Roth/EPTC Edição de 2019 da Maratona de Dados

“O propósito central da atividade é desenvolver competências de análise crítica de dados, o que é cada vez mais importante para a tomada de decisão em diferentes âmbitos profissionais e sociais, além de promover a troca de experiências e a construção coletiva de soluções para problemas reais”, descreve a idealizadora do evento, Taís Seibt, que é professora da Unisinos e criadora da Afonte.

As duas primeiras edições da Maratona de Dados Unisinos ocorreram em 2019, de forma presencial. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi parceiro em um desafio sobre água e saneamento, e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) de Porto Alegre apoiou outra edição com base em dados de trânsito da capital gaúcha. Após um ano suspenso devido à pandemia de Covid-19, o desafio volta em formato online.

Estudantes e profissionais de diferentes áreas, como comunicação, informação, desenvolvimento e análise de sistemas, estatística, engenharia, arquitetura e urbanismo, ciências sociais e econômicas, ciências da saúde e outras especialidades estão convidados a participar. A atividade é gratuita e aberta à comunidade, mediante inscrição no site, clique aqui.

SERVIÇO

O que: 3ª Maratona de Dados Unisinos - Cidades e Comunidades Sustentáveis

Quando: 23/10 e 06/11, sábado, das 9h às 13h

Onde: Unisinos (EaD)

Quanto: gratuito

Como: Inscrições abertas até 19/10 em bit.ly/maratonadedados2021

Programação completa

SÁBADO 1 - 23/10/2021

9h - Abertura

9h15 – Aquecimento: Apresentação ODS - Cidades e Comunidades Sustentáveis

+ Miguel Ángel Pino Quilodrán - arquiteto e urbanista do Chile com experiência em políticas públicas urbanas, MSc Habitat Sustentable & Eficiencia Energética

+ Alexandre Calil - fundador do UniversiLAB, passou pelo escritório de inovação da cidade de São Paulo

+ Sonia Montaño - professora da Unisinos, coordenadora do projeto Cidades Audiovisuais, Inteligentes e Sustentáveis, em Osório/RS

11h15 – Largada: Formulação de hipóteses para análise de dados

11h30 – Divisão por equipes e rodízio de mentorias

13h - Encerramento

SÁBADO 2 - 06/11/2021

9h - Abertura

9h15 – Orientações sobre a preparação dos pitchs

9h30 - Dúvidas

9h45 - Reunião por equipes

11h – Chegada: Apresentação dos pitchs

12h – Avaliação dos pitchs pela banca / Avaliação da atividade pelos participantes

12h30 - Pódio: Comunicação dos premiados

13h - Encerramento

Mentores confirmados

- Caroline Capitani, relações públicas, gestora de design digital e inovação da Ilegra, membro do movimento 100 Open Startups

- Eduardo Zanotto, analista de dados, gerente de tecnologia na Nubank

- Francisco Amorim, jornalista, doutor em Sociologia (UFRGS) e professor da Uniritter

- Leonardo Hufner, mestre em Engenharia Química (UFRGS), especialista em inteligência de dados

- Marília Gehrke, jornalista e doutoranda em Comunicação (UFRGS), professora do MBA em Jornalismo de Dados do IDP

- Marcelo Heck, arquiteto urbanista, doutorando em Planejamento Urbano e Regional (UFRGS)

- Nívea Oppermann, arquiteta urbanista, mestre em Engenharia, com ênfase em Sistemas de Transporte (UFRGS)

Comissão organizadora

- Débora Lapa Gadret, coordenadora do curso de Jornalismo da Unisinos Porto Alegre

- Izabele Colusso, coordenadora da Especialização CIDADES e professora do Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo da Unisinos

- Micael Behs, coordenador do curso de Jornalismo da Unisinos São Leopoldo

- Taís Seibt, professora da Unisinos e criadora da Afonte Jornalismo de Dados

Comissão avaliadora

- Beta Ramos, fundadora e diretora da Iandé Projetos Especiais

- Gisele Spricigo, professora da Escola de Economia Unisinos

- Josiane Brietzke Porto, coordenadora de Pós-Graduação Engenharia de Software / Big Data, Data Science e Data Analytics Unisinos

- Marilene Maia, coordenadora do ObservaSinos