Aula Inaugural da Escola de Saúde traz palestra sobre Saúde Integrativa

O evento online conta com a presença do Dr. Ricardo Ghelman, presidente do Consórcio Acadêmico Brasileiro de Saúde Integrativa

CAROLINA AMBROS

No dia 7 de abril, das 19h30 às 22h, acontece a aula inaugural da Escola de Saúde da Unisinos. O evento online será transmitido gratuitamente, através da plataforma Microsoft Teams, e pode ser acessado clicando aqui. Este ano, o tema escolhido para a aula é Saúde Integrativa e conta com a presença do Dr. Ricardo Ghelman, presidente do Consórcio Acadêmico Brasileiro de Saúde Integrativa, como palestrante, e com a mediação das professoras Edna Sayuri Suyenaga e Rosalia Figueiró Borges.

A decana da Escola de Saúde, Rochele Rossi, explica a importância do tema escolhido para este momento de pandemia, já que a Saúde Integrativa reúne diversos recursos terapêuticos para proporcionar saúde e bem-estar às pessoas. A proposta é focar na pessoa em seu todo, de forma a ampliar o conceito de saúde, com foco no bem-estar físico, emocional e espiritual. “Em tempos de pandemia, as terapias complementares e alternativas podem ser uma estratégia para o alívio de sintomas físicos e psíquicos”, avalia Rochele.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as medicinas tradicionais, complementares e integrativas (MTCI) se referem a um conjunto de práticas de atenção à saúde baseado em teorias e experiências de diferentes culturas utilizadas para promoção da saúde, prevenção e recuperação. No Brasil, essas práticas terapêuticas são denominadas de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS). Em 2006, as PICS foram institucionalizadas no Sistema Único de Saúde (SUS), por meio da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC). “Nesse sentido, a discussão sobre essa temática se torna importante para Escola de Saúde, uma vez que são transversais em suas ações no SUS e podem estar presentes em todos os pontos da Rede de Atenção à Saúde, prioritariamente na Atenção Primária com grande potencial de atuação”, explica Rochele.