No mercado de trabalho, networking é fundamental

Troque experiências com profissionais de diferentes áreas e amplie sua rede de contatos

MÁRCIA SCHULER

Todo mundo já ouviu aquela máxima de que “ninguém faz nada sozinho” — e é a mais pura verdade. Por isso, cada vez mais, aqueles que acompanham os movimentos do mercado de trabalho garantem: networking é fundamental. Trocar ideias, experiências, fazer contatos, tudo isso é imprescindível na construção e consolidação de uma carreira.

Dos muitos lugares em que é possível fazer esse tipo de troca, um é especialmente rico para a construção de relações: as especializações e MBAs. Esses cursos, fortemente conectados ao mercado de trabalho, são espaços que reúnem profissionais de diferentes áreas e organizações, o que resulta em um terreno fértil para novas oportunidades de trabalho, para o desenvolvimento de projetos em conjunto e, claro, para o intercâmbio de conhecimento.

“Dependendo do curso, em uma mesma turma é possível encontrar alunos de Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Psicologia. O mais interessante é essa troca de experiências e conhecimento, é poder compartilhar”, defende Luciane Linden, orientadora de carreiras e coordenadora do Programa de Gestão de Carreiras da Unisinos.

[Novo Café Crédito: Getty Images

Por isso, é importante participar das atividades propostas no curso e encarar os desafios como oportunidades de construir a imagem profissional perante os colegas e professores. “Isso também é interessante para quem busca uma recolocação. Tanto por oferecer novos conhecimentos quanto por colocar o aluno em contato com profissionais de outras áreas”, complementa Luciane.

Ou seja, ampliar e qualificar as redes de contatos é positivo para profissionais com diferente objetivos: para quem deseja entrar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio; para quem já está no mercado e deseja evoluir na sua área; e para aqueles que querem mudar de campo de atuação. E o mais legal dessa troca é: você pode estar nos dois lados desse relacionamento, integrando redes, apoiando outros profissionais e construindo vínculos significativos.

Dicas para criar uma rede de contatos

  1. Participe de eventos e palestras durante o seu curso sempre que possível.
  2. Procure conversar e trocar ideias com pessoas de diferentes áreas e interesses.
  3. Crie um relacionamento com as pessoas baseado em troca e reciprocidade.
  4. Esteja disponível para a sua rede e ofereça apoio sempre que puder.
  5. Crie formas de se comunicar para manter o contato com esses profissionais — as redes sociais estão aí para isso!

E aí, se interessou em fazer uma pós e ampliar suas conexões? Dê uma olhada em nossos cursos com inscrições abertas.