Escola de Gestão e Negócios desenvolve dois projetos voltados à comunidade

Educação financeira e auxílio a empresas que desejam se reinventar são os temas de SUFIN e RE-LAB

MICHELLI MACHADO

Desde o início da pandemia, a Escola de Gestão e Negócios da Unisinos vem criando iniciativas para auxiliar estudantes e a comunidade em geral com educação financeira e mentoria em negócios. O projeto SUFIN propõe um espaço colaborativo em que ocorrem mentorias e oficinas para os interessados aprimorarem seus conhecimentos sobre Finanças Pessoais. Já o RE-LAB, visa auxiliar na transformação de negócios para um futuro mais inovador, digital, humano e sustentável, a partir de mentorias e oficinas. As duas iniciativas são gratuitas, abertas à comunidade e estão com inscrições abertas até 11/9. Clique na página do projeto e se inscreva SUFIN e RE-LAB.

SUFIN - Espaço de Sustentabilidade Financeira

O projeto tem o objetivo de ajudar as pessoas com educação financeira, um assunto ainda muito delicado. A ideia é desvendar os questionamentos sobre a forma ideal de estruturar um planejamento financeiro e como lidar com investimentos. “Pensando nessa necessidade, aliada a idealização de construir um espaço na Universidade em que seja possível compartilhar conhecimento sobre o tema e orientar alunos e comunidade, atingidos financeiramente pelo evento negativo do Covid-19, surgiu a motivação para esse projeto”, conta a coordenadora do SUFIN, Emanuelle Smaniotto.

Crédito: Divulgação

O projeto é uma iniciativa vinculada à Escola de Gestão e Negócios da Unisinos, que visa auxiliar na transmissão de conhecimento sobre finanças pessoais, de forma sustentável e descomplicada. “Um dos diferenciais do SUFIN é a mentoria individualizada e totalmente personalizada, desta forma conseguimos atender pessoas que desejam um conhecimento básico de finanças e, também, pessoas que possuem dúvidas sobre investimentos específicos”, explica Emanuelle.

Segundo a professora, além de auxiliar na transmissão de conhecimento sobre o assunto, o projeto passa a contar, a partir deste semestre, com um repositório de materiais exclusivo e um canal de podcasts. “A partir de setembro, iniciaremos as oficinas que constituem um momento de aprendizado e integração de todos os participantes. Entendemos que a integração é muito válida para o aprendizado de finanças, pois compartilhar dicas e experiências enriquece a todos”, destaca.

O projeto, que nasceu no primeiro semestre de 2020, com o nome de Mentoria em Finanças Pessoais, migrou para SUFIN - Espaço de Sustentabilidade Financeira. A principal mudança é que agora o atendimento é aberto ao público externo e não apenas à comunidade acadêmica. “A iniciativa se dirige a qualquer pessoa que deseje aprimorar seus conhecimentos em finanças. Se tem dúvidas de como iniciar um planejamento financeiro, não sabe como lidar com crise, ou já domina a organização financeira, mas tem dúvidas sobre investimentos, pode se inscrever”, enfatiza Emanuelle.

Para a coordenadora, o projeto traz uma relação de ganha-ganha. “Nossos alunos ganham em poder colocar seus conhecimentos em prática, e as pessoas atendidas ganham em relação ao conhecimento obtido,” afirma. O grupo de estudantes voluntários conta com alunos da graduação e da pós-graduação de todos os cursos da Escola de Gestão e Negócios. “Na primeira fase, foram 25 voluntários e 100 alunos atendidos. Nessa segunda fase, teremos 40 voluntários e esperamos atender um número ainda maior de pessoas. Para um atendimento individualizado, as mentorias são indicadas. Para aprender sobre um ponto específico, as oficinas são indicadas. As oficinas ocorrem, obrigatoriamente, em dois dias pré-definidos, com duração de 1h30 cada”, finaliza a coordenadora do projeto.

As inscrições para as mentorias vão até 11/9 de setembro. As inscrições para as oficinas ficam abertas durante todo o período, conforme a data agendada de cada oficina. As mentorias iniciam dia 15/9, e a primeira oficina dia 16/9.

RE-LAB – Laboratório de Reinvenção de Negócios

O RE-LAB surgiu a partir do Projeto GIL Pequenos Negócios. “Em março, diante dos efeitos negativos causados pelo Covid-19 aos pequenos negócios, criamos uma iniciativa formada por alunos e professores do curso Gestão para Inovação e Liderança – GIL, para oferecer mentorias gratuitas em gestão. A partir de dois ciclos bem sucedidos, entendemos que, mais do que nunca, os negócios precisam se reinventar e estar preparados para um novo contexto. Diante disso, surgiu o RE-LAB - Laboratório de Reinvenção de Negócios”, explica Bruno Bittencourt, um dos coordenadores do projeto.

Crédito: Divulgação

O objetivo do RE-LAB é auxiliar na transformação de negócios para o futuro. “Buscamos auxiliar os negócios através de mentorias de modelo de negócios, metodologias ágeis e posicionamento digital. E, também, através das oficinas de mapeamento e gestão de risco, e competências para inovação, descomplicando dados para gestão, construção de propósito, impacto socioambiental e growth hacking”, enfatiza Bruno.

Segundo o professor, o RE-LAB se diferencia por ser um projeto voltado para as empresas que desejam estar preparadas para o futuro. “Como diferencial, trabalhamos com o atendimento personalizado nas mentorias, que ocorrem a partir de quatro encontros virtuais. Além disso, as oficinas passam a ser um ótimo ambiente para aprendizado e troca de experiência entre os empresários participantes. O projeto conta com um grupo selecionado de professores, alunos de graduação, pós-graduação e especialistas de mercado”, destaca Emanuelle Smaniotto, também coordenadora do RE-LAB.

O projeto é um laboratório experimental de aprendizagem e conexão universidade-empresa, em que os alunos ganham ao colocarem seus conhecimentos em prática e as empresas atendidas ganham em relação ao conhecimento obtido. “A iniciativa se dirige a empresas de pequeno ou médio porte, que desejem se reinventar. Na primeira fase, contamos apenas com professores e alunos do GIL e atendemos 67 empresas. Na segunda fase contamos com estudantes do GIL e dos programas de pós-graduação da Escola de Gestão e Negócios e atendemos 45 empresas. Nesta próxima fase, agora como RE-LAB, contaremos com estudantes de graduação e pós-graduação de todos os cursos da Escola de Gestão e Negócios e pretendemos atender ainda mais empresas” encerra a coordenadora.

As inscrições para as mentorias vão até o dia 11/9. As inscrições para as oficinas ficam abertas durante todo o período, conforme a data agendada de cada oficina. As mentorias e a primeira oficina iniciam dia 16/9.