Alunos da Escola Politécnica trabalham em soluções na área de energia

Parceria entre a Universidade e Grupo Studio visa a aproximação com casos reais de aplicação

VANESSA IORIS - FUNPET

A noite da segunda-feira, 19/08, foi diferente para os alunos da turma de Conservação e Eficiência Energética, dos Cursos de Engenharia de Energia e Engenharia Elétrica. Acompanhados de professores, eles realizaram uma visita à sede do Grupo Studio, em Porto Alegre, empresa que oferece soluções corporativas inteligentes.

Esse foi o primeiro passo para uma parceria entre a universidade e a divisão de energia da companhia, a Studio Energy. “A Unisinos foi procurada por ter uma maior proximidade com a indústria e o mercado. O principal objetivo é proporcionar soluções diferenciadas na área de energia, a partir de casos reais de aplicação”, explicou o coordenador do Curso de Engenharia Eletrônica e responsável pela atividade, Rodrigo Marques de Figueiredo.

[Novo Café Crédito: Divulgação

Durante a visita, os alunos, divididos em grupos, receberam um briefing com as expectativas para o projeto e realizaram uma entrevista com os parceiros. Depois, colocaram analisadores de energia no prédio. Esses dispositivos farão a aquisição de dados de consumo da empresa por um período de 20 dias.

Através da criação de um canal de comunicação direto e próximo entre a direção da empresa e a universidade haverá a constante troca de informações relativas a necessidades, desafios e soluções. “O conhecimento da equipe e alunos da Escola Politécnica é uma fonte potencial enorme de novas soluções na parte de energia para os nossos milhares de clientes. Além disso, o relacionamento proporcionará acesso à mão de obra extremamente qualificada, atendendo a nossa demanda tanto por profissionais preparados, quanto por empresas startups”, ressaltou o sócio-diretor da Studio Energy, Paulo Kuhn, que é ex-aluno da Unisinos.

O Grupo Studio tem mais de 20 anos de atuação e já atendeu mais de 5 mil clientes em todos os estados do Brasil. O propósito da Studio Energy é redução de custo de energia, e a iniciativa está em operação desde o início de 2019. “Desta forma entendemos que para a Studio Energy a parceria com a Escola Politécnica chancela a atuação, que aos olhos do mercado fica suportada por uma instituição superior altamente qualificada. Por outro lado, os cases levados por nós à Escola Politécnica oferecem situações práticas de aplicação de conhecimento e desafiam desde alunos da graduação até professores do mestrado”, explica Paulo.

Os próximos passos da parceria incluem visitas para a coleta dos dados de consumo e para a apresentação de propostas para a melhoria na conservação e eficiência energética. A turma de Qualidade de Energia, também dos Cursos de Engenharia de Energia e Engenharia Elétrica da Universidade, estará envolvida na atividade. “Essas soluções serão evidenciadas para a empresa, que escolherá as melhores soluções que poderão tornar-se parte do portfólio dos seus produtos e serviços”, adiantou o professor Rodrigo. As atividades acadêmicas das disciplinas não terão prova como avaliação, mas sim o desenvolvimento desse projeto.