Para impulsionar o desenvolvimento das empresas

Unitec oferece apoio técnico e administrativo a startups de diferentes setores

PÂMELA OLIVEIRA

Ter uma ideia, um produto ou serviço inovador é o primeiro passo para o surgimento de muitos negócios. Mas, e quanto aos passos seguintes? Como evoluir daí para uma empresa de fato, com atribuições, compromissos e clientes? Uma boa opção é buscar suporte junto a incubadoras empresariais, que oferecem apoio técnico e administrativo para que as organizações cresçam.

Na Unisinos, quem presta essa assistência é a Unitec, unidade de tecnologia e inovação da Unisinos, integrante do Parque Tecnológico São Leopoldo - Tecnosinos. Entre suas funções, estão: estimular, planejar e desenvolver inovações tecnológicas; captar investimentos; integrar o conhecimento gerado na universidade às empresas; potencializar parcerias estratégicas para a instalação e o fortalecimento do empreendedorismo inovador, com base no desenvolvimento sustentável.

[Fachada do prédio Unitec Crédito: Marco AF

A Unitec, hoje, conta com 50 empresas das áreas de: Tecnologia da Informação; Automação e Engenharias; Comunicação e Convergência Digital; Tecnologias para a Saúde; Energias Renováveis e Tecnologias Socioambientais. Uma das incubadas é a Impare, que implementa uma metodologia de educação musical na Educação Básica e está presente no Parque Tecnológico desde março deste ano.

A Impare nasceu no interior do estado, no Centro Internacional de Arte e Cultura Humanista Recanto Maestro, por iniciativa de seus fundadores, Glauber Carvalho e Ângelo Accorsi. Com o tempo, a empresa sentiu a necessidade de se inserir mais no ecossistema empreendedor. Foi quando procurou a Universidade. “A Unisinos sempre foi uma referência para nós, em especial pelo fato de o Ângelo ter feito sua graduação e hoje ser docente da Escola de Gestão e Negócios (EGN). A decisão pelo processo de incubação na Unitec foi um passo na direção do crescimento e da qualificação do negócio”, contam.

Desde então, a incubação permitiu à empresa aprimorar seu posicionamento e identificar os principais desafios para tornar-se referência em impacto social na área de educação. De acordo com os fundadores, as qualificações, assessorias, redes de contato e a infraestrutura da incubadora têm sido fundamentais para o crescimento da Impare: “Atualmente, temos uma rede de mentoria e suporte, através de docentes da EGN, que permite o desenvolvimento de um olhar crítico e prospectivo do negócio”, afirmam.

Outro benefício de estar na Unitec é o contato direto com alunos e egressos da Unisinos, que podem compor o quadro funcional das empresas. Essa facilidade para encontrar mão de obra qualificada também foi um dos fatores que motivou a Impare a procurar a Universidade.

Para os fundadores, o período de incubação tem sido muito positivo. Eles concluem: “Entendemos que a criação de um ambiente mais favorável para os negócios e, por consequência, para o desenvolvimento social brasileiro, passa também por uma relação mais estreita entre instituições de ensino e empreendedores. Várias economias de ponta no mundo apontam para esta questão. O movimento da Unisinos na direção de ter empreendedorismo como uma de suas frentes sublinha um olhar de vanguarda, e, para a Impare, poder participar disso é uma oportunidade, uma responsabilidade e uma alegria”.

Saiba mais sobre a Unitec no site.