Em busca de uma vaga

Vestibulandos passam o domingo fazendo provas nos campi São Leopoldo e Porto Alegre

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL

Para conquistar uma vaga em um dos cursos de graduação da Unisinos, os candidatos passaram o domingo, dia 11 de junho, prestando vestibular nos campi São Leopoldo e Porto Alegre. Durante a manhã, os vestibulandos tiveram que realizar a Prova de Redação e, na parte da tarde, a Prova Objetiva. 

Quem veio acompanhar os candidatos pôde aproveitar a Praça do Vestibular, na Claraboia da Biblioteca. O espaço de integração oferece chimarrão, café, chocolate quente, guloseimas e degustação especial da Florinda's Doceria. Além disso, os participantes do projeto Pasec estarão distribuindo mudas de chás durante todo o dia. 

Entre as pessoas que passaram pelo local, na manhã fria deste domingo, estava Amanda Canabarro. Aluna da Unisinos, Amanda é formanda do curso de Arquitetura e Urbanismo e veio acompanhar o namorado, Everton Maciel, que irá disputar uma vaga para o curso de Engenharia da Computação. “Estou tranquilo com a prova, porque só farei a de redação”, disse. Everton se enquadra no grupo de candidatos com 25 anos ou mais, que é dispensado de prestar a Prova Objetiva.

Elfy, mãe da candidata Carolyn Walther, que está fazendo vestibular para o curso de História, falou da expectativa com a prova. “Minha filha está voltando de um intercâmbio fora do país e não teve muito tempo para estudar, mas está esperançosa”, contou. Junto com a Elfy estava o cachorrinho da família, que passeou pelo campus enquanto sua dona estava em prova.

Prova de Redação

Duas horas foi o tempo que os candidatos tiveram para realizar a prova de redação, que vale 10 pontos.  A atividade avalia a compreensão do tema e a produção de um texto de caráter argumentativo com extensão máxima de 35 linhas. Os vestibulandos tiveram que optar entre dois assuntos, qual iriam trabalhar em seus textos. 

[ Candidatos prestando prova de vestibular Crédito: Rodrigo W. Blum

O caderno de provas, entregue aos candidatos, continha informações sobre as duas propostas. O tema um, da Prova de Redação, era sobre o medo. Já a proposta dois, era sobre a escolha profissional.

William Posser, candidato a uma vaga no curso de Arquitetura e Urbanismo escolheu a proposição dois. “Escolhi falar sobre o mercado de trabalho e a escolha de uma profissão porque para mim esse tema é mais fácil, me identifico mais. Escrevi com base na minha experiência e na vivência que eu tive na escola”, argumentou o estudante. 

Samanta Souza, que presta vestibular para o Psicologia optou pelo primeiro tema e justificou sua escolha. “Escolhi falar sobre o medo na vida das pessoas, porque foi o tema que me chamou mais atenção. Me estimula falar a importância das sensações e dos instintos. Não ter medo te coloca em risco, mas ter muito medo também. Por isso falei da importância de encontrar um ponto de equilíbrio”, destacou a candidata.

Prova Objetiva

Para a maioria dos candidatos, o Vestibular de Inverno ainda não acabou. Logo mais, às 14h, começa a Prova Objetiva, que vai até as 18h. Quem já completou 25 anos ou concorre a uma vaga nos cursos de educação a distância está dispensado dessa segunda etapa. Os demais têm uma tarde de muito raciocínio pela frente.

É o caso de Rafaela Brunner, que, entre uma prova e outra, aproveita para repassar os conteúdos estudados, principalmente matemática, disciplina que considera mais difícil. Rafaela é candidata a uma das vagas do curso de Direito, que está entre os mais procurados do Campus São Leopoldo, junto com Psicologia, Nutrição e Enfermagem. “Meu namorado estuda Direito e eu já trabalhei nessa área e gostei da experiência, agora quero seguir carreira”, conta a vestibulanda, confiante na aprovação.

Já Vanessa Mesquita, que escolheu Jornalismo, prefere descansar. “A pressão que nós, vestibulandos, colocamos em nós mesmos é a pior coisa. O melhor que temos a fazer entre as provas é dar um tempo”, comenta, sentada em um banco ao sol no Centro Comunitário.

[ Candidatos prestando prova Crédito: Rodrigo W. Blum

Vanessa está tranquila com a prova que fará logo mais. A candidata veio preparada e tem facilidade com idiomas, sobretudo inglês. Ela diz ter focado os estudos na área de Exatas para conseguir uma colocação melhor, já que com linguagens tem bastante afinidade.

O inverso acontece com Carolina Flores e Maria Eduarda Estrela, candidatas ao curso de Engenharia Civil. As duas estão mais seguras com as questões de física e matemática do que com as de Humanas. Maria Eduarda, inclusive, vem estudando há um mês para a prova objetiva. Já o vestibulando Roger Womer, que concorre a uma vaga na graduação em Engenharia Mecânica, diz estar confiante mesmo sem ter se preparado tanto.

Já na área de saúde, destaque para a graduação em Psicologia, a escolha de Angélica Amaral: “Tenho uma tia na família que atua nessa área, e a Psicologia é o curso com o qual mais me identifico. Espero que a prova objetiva aborde os conteúdos que eu estudei, até porque foquei mais na redação e nos assuntos da atualidade mesmo”, comenta.

A prova da tarde será composta por questões de Língua Portuguesa; Ciências Humanas e Cultura Geral; Ciências Exatas; Ciências da Natureza e Língua Estrangeira (inglês ou espanhol). Os candidatos terão quatro horas para responder às perguntas, e o gabarito será divulgado hoje mesmo, após o término do processo seletivo. Acompanhe as notícias por aqui e saiba mais sobre o Vestibular no site da Unisinos.