Egresso da Unisinos conquista prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia 2017

O trabalho foi realizado em conjunto com o Grupo Sabemi

COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL

Compartilhe esta página

O egresso do curso de Gestão de Recursos Humanos, Juliano Merlugo, foi vencedor do Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia – Modalidade Gestão de Pessoas: Desenvolvimento. O reconhecimento foi contemplado pelo trabalho “EAD no Grupo Sabemi – Uma Nova Arquitetura de Aprendizado para Equipe de Vendas”.

Juliano ressaltou que é gratificante poder compartilhar boas práticas e implantar um espaço que promova a aprendizagem da sociedade. “Fiquei muito contente com a premiação, pois acredito que este é um reconhecimento do esforço e dedicação constante que eu e os demais membros da equipe de recursos humanos temos em relação ao “cuidado” com as pessoas”, afirmou.

A cerimônia aconteceu durante o 43º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas, em São Paulo. A premiação é considerada a maior do gênero na América Latina.

[ Professores e representantes de escolas falam no Café Conecta Crédito: Acervo pessoal

Entenda o projeto

Formado por diversas empresas que atuam nos segmentos de seguros, tecnologia da informação, previdência e serviços financeiros, o Grupo Sabemi está em constantes mudanças em suas regras de operações. Desse modo, o egresso, responsável pelos subsistemas de Treinamento & Desenvolvimento, Carreira e Desempenho, escreveu um case que mudou a forma cultural do espaço.

O projeto consiste em uma plataforma de ensino a distância, que tem como base o novo designer do Sistema de Gestão de Aprendizagem, recurso de educação com maior interação e facilidade de acesso às informações. Juliano explicou que além do mecanismo, a implantação interna de ferramentas de tutoria, tais como chat, fóruns de discussão, newsletters, foram fundamentais para melhorar a interação da empresa.

“Estudei a melhor forma de respeitar o tempo e o espaço dos colaboradores que integravam as equipes comerciais espalhadas geograficamente a nível Brasil, dando-lhes maior autonomia e agilidade nesse processo de capacitação e atualização de conhecimentos”, ressaltou Juliano.