De malas prontas

Check-in Internacional reúne alunos participantes dos programas de mobilidade da universidade

CAROLINA SCHAEFER
21 de Junho de 2016 - 16:41 | Atualizado: 22 de Junho de 2016 - 16:26

Seul, Salamanca, Xangai, Califórnia e Freiburg im Breisgau. Esses são alguns dos destinos que terão o prazer de receber 48 estudantes da Unisinos no próximo semestre. A oportunidade, de sair do país e representar a universidade em novas descobertas, foi celebrada no Check-in Internacional, evento promovido pela Unidade de Negócios e Relações Internacionais da Unisinos (UNRI) no final da tarde de segunda-feira, 21 de junho, na Galeria Cultural da Biblioteca.

[De malas prontas

O desejo de boa viagem do reitor, padre Marcelo Fernandes de Aquino, foi para que os alunos aproveitassem a troca de experiências e, consequentemente, a bagagem cultural adquirida. “Que vocês, jovens, façam uma experiência bacana lá fora. Vocês vão representar nosso país com honradez, com orgulho de ser brasileiro. Representem também nossa universidade e voltem para contar a experiência de vocês como cidadãos de um mundo global”.

[De malas prontas

Os estudantes vão para o exterior por meio de diversos programas, entre elas: SKKU Coreia do Sul, Top China, Top Espanha, MARCA, Brafitec, Berkeley Summer School, Fórmula Santander, Mobilidade Acadêmica Unisinos e School of Management of Fribourg Summer School.

Após a fala do reitor, do diretor da UNRI, Cristiano Richter, e de Carlos Matte, representante do Santander Universidades, os alunos conversaram com universitários que participaram dos mesmos programas em semestres passados. Dicas de roupas, tamanho de bagagens, cidades e atrações para visitar, línguas e como se comunicar, foram alguns dos assuntos que deixaram os viajantes um pouco mais próximos do seu próximo destino.

 

Confira depoimentos de alguns alunos em mobilidade acadêmica pela Unisinos:

“São seis meses em outro país. Eu quero aprender a viver sozinha num lugar. Sem pais, sem casa. Conhecer novas culturas, novas pessoas. O plano também é viajar pela Europa inteira, cada cantinho”.

Thais Kasper, aluna de Gestão para Inovação e Liderança, viajará para Portugal.

“O que vai ser mais importante é a bagagem cultural que vou conhecer lá. Além da aprendizagem de estar em outro país. O essencial são as pessoas que tu conhece lá, as novas amizades que cria”.

Roberto Caloni, estudante de Jornalismo, rumo a China.

“Além de aprimorar a língua, ter mais independência. Enriquecer culturalmente. Conhecer o método de estudo deles. Viajar pelas cidadezinhas da França. Mudar como pessoa, para crescer no futuro como pessoa e profissionalmente”.

Eleonora Jotz, graduanda de Direito, com destino à França.

“É minha primeira viagem para fora. Então já vai ser um choque cultural de cara. Por isso, quero conhecer o máximo que eu puder da cultura do país. Da universidade, biblioteca, museus. Frequentarei uma universidade com oito séculos de história, quero aproveitar ao máximo e ver como somos visto lá fora”.

Pedro Rossa, aluno de Jogos Digitais, viajará para Espanha.

“Principalmente me virar sozinha. Tirar bastante proveito dos cursos e viajar bastante”.

Lauren Conceição, estudante de Gestão para Inovação e Liderança, rumo a Portugal.