Tendências da Longevidade será o tema do Unisinos HUB

Evento ocorrerá no dia 5/11 no campus Porto Alegre

MATHEUS N. VARGAS

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), hoje, 54 milhões de brasileiros tem mais de 50 anos e, em 2045, metade da população será idosa. A inversão na pirâmide demográfica no Brasil impactará profundamente em temas como aposentadoria, longevidade saudável e ativa e novos hábitos. Esse será o tema do próximo Unisinos HUB, que ocorrerá no dia 5/11, no campus Porto Alegre.

A fundadora da Casa de Assessoria Desenvolvimento Humano, Monica Riffel, uma das palestrantes do HUB, explica que pessoas com mais de 50 anos representam a 3ª maior economia do mundo. “Então, se o mundo será dos grisalhos, precisamos entender o comportamento deles e pensar em marcas, produtos, serviços e negócios que atendam a esse público”, comentou.

Segundo Monica, as pessoas passaram a ter uma perspectiva de vida maior e com qualidade em função de muitos avanços da medicina. “Muitos praticam esportes, viajam pelo mundo, optam por trabalhar com voluntariado e mentoria e outros tantos, passam a empreender em sonhos que foram deixados de lado”, disse.

Monica acredita que hoje, aposentar-se não é sinônimo de ir para os aposentos, há muito para se fazer, aproveitar e interagir. “No entanto, o mercado sempre focou nos jovens, que por sua vez, também mudaram seus hábitos de consumo. Por exemplo, hoje não existe mais o desejo de comprar o primeiro carro, eles andam de aplicativo, não se interessam em comprar seu imóvel, pois vivem cada vez mais dentro da casa dos pais ou ganham o mundo”, opinou.

Dessa forma, segundo a palestrante, o consumo estará nas mãos de pessoas com mais de 60 anos, que buscam por serviços diferenciados e de experiências significativas, tendo em vista sua trajetória de vida e maturidade. “É preciso pensar em ambientes, sinalizações, atendimento e produtos que atraiam essas pessoas para novas experiências”.

O Unisinos HUB será um despertar de consciência sobre o que está mudando em nossa sociedade e economia, seus impactos nos negócios e mudanças comportamentais. Será uma reflexão provocativa sobre que perspectivas podemos crescer e inovar no RS. Se interessou? Então clique aqui para se inscrever e ter mais informações.