Especialização em Educação Jesuítica tem aula inaugural

O curso objetiva potencializar a compreensão da cultura jesuíta e proporcionar o desenvolvimento das práticas pedagógicas

LAURA NIENOW
01 de Setembro de 2016 - 15:36 | Atualizado: 01 de Setembro de 2016 - 15:54

Nesta manhã, dia 01 de setembro, foi realizada a aula inaugural do curso de Especialização em Educação Jesuítica: aprendizagem integral, sujeito e contemporaneidade. A atividade ocorreu no Auditório da Unitec, no campus São Leopoldo.

[ O diretor da Unidade Acadêmica de Educação Continuada, Francisco Zanini, falou com os estudantes

Organizado pela professora Lia Weber, o curso, na modalidade EaD, será ofertado em seis cidades do país (Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e Teresina). Por esta razão, os professores articularão os pressupostos jesuítas no contexto em que vive cada aluno.

A aula inaugural contou com a presença do reitor padre Marcelo Fernandes de Aquino. Em seu momento de fala, o reitor fez questão de ouvir os alunos ali presentes. “Vocês são os verdadeiros protagonistas”, disse. “ Gostaria de ouvi-los para que depois possa refletir”, complementou. Para o padre Marcelo, são as pessoas que fazem a diferença. “Se a nossa civilização ainda quer continuar sendo uma civilização humana, pessoas continuarão fazendo a diferença. Essa é a aposta”, afirmou.

A ideia do curso surgiu pela necessidade que os colaboradores têm de olhar para proposta filosófica e pedagógica que fundamenta toda e cada instituição da rede. O curso de especialização em Educação Jesuíta é um exemplo da unificação das províncias jesuítas do Brasil. “Nós jesuítas podemos e temos a obrigação a agregar valor às escolas e aos projetos pedagógicos. Essa agregação de valor é inspirada numa experiência espiritual”, declarou o reitor.

[ Ederson Locatelli é o coordenador do curso.

O curso visa proporcionar ao aluno um conhecimento substancial dos fundamentos da pedagogia inaciana. E assim, potencializar a compreensão da cultura jesuíta, proporcionando o desenvolvimento das práticas pedagógicas de acordo com os desafios contemporâneos.

Para o diretor da Unidade Acadêmica de Educação Continuada, Francisco Zanini, uma das principais características da educação jesuítica é a atenção especial à individualidade dos estudantes. “A despeito de trabalhar muito com o coletivo, aprendizagem coletiva, existe o respeito e a exigência com os professores para que eles deem atenção individualizada para as necessidades de cada aluno”.

O coordenador do curso, professor Ederson Locatelli falou dos objetivos dessa especialização. “Queremos trabalhar a questão da tradição, que tem mais de 400 anos, e que precisa ser reinventada para os dias de hoje. Para isso, precisamos observar o contexto de vida do aluno e como ele se relaciona consigo e com a sociedade”, finalizou.