Check in Unisinos

Confira os países que terão o prazer de receber 130 estudantes da Unisinos no próximo semestre

Mobilidade e Viagens

Atividades internacionais são de grande relevância para a universidade. Elas reduzem as fronteiras acadêmicas e culturais e geram difusão e promoção da troca de conhecimentos. Um dos principais meios de internacionalizar a universidade é a participação de professores, pesquisadores e estudantes em programas em instituições em outros países, o que pode ser dividido em duas modalidades: mobilidade acadêmica internacional e viagens de estudo internacionais.

 

Mobilidade Acadêmica

A Mobilidade Acadêmica Internacional constitui-se de atividades desenvolvida por estudantes, professores e pesquisadores, de graduação e pós-graduação, em instituições estrangeiras por períodos de tempo de curta, média ou longa duração. Essas atividades normalmente são organizadas em programas que têm apoio de diversos órgãos governamentais e privados. Os processos seletivos são disciplinados por editais.

 

Viagens de Estudo

As Viagens de Estudo têm duração de até quatro semanas. Os participantes têm oportunidades de visitar diversos tipos de instituições no Exterior e participar de atividades acadêmicas, assim como conhecer e vivenciar a cultura e os costumes de outras regiões e países.

São atividades acadêmicas curriculares de caráter obrigatório ou optativo. O que diferencia as viagens de estudo das atividades de mobilidade acadêmica é que, nas viagens, o estudante não possui vínculo com nenhuma instituição no local de destino.

 

Como Participar

Para participar dessas atividades, é necessário consultar as opções disponíveis para cada nível de ensino.

No caso dos programas de mobilidade acadêmica, a maioria prevê a abertura de editais de inscrição.

Acesse a página do Calendário de Editais.

Para as viagens de estudo, é preciso ficar atento às ofertas de atividades acadêmicas com esse escopo.

Acesse a página das Viagens de Estudo

Depoimentos

  • "Qualquer intercâmbio é bom, pois estamos conhecendo um mundo diferente. Mas viajar para Salamanca e estudar na Universidade de lá, é algo diferente e único. A cidade é linda, acolhedora e cheia de história, estudar espanhol lá foi muito válido, estou voltando com dois diplomas que servirão para o meu currículo. Não precisei me preocupar com nada, o Santander cuida de tudo, foram três semanas vivendo no paraíso. Fora que conheci pessoas que vou levar para o resto da vida, fiz um network muito bom, enfim, volto para o Brasil com uma vontade de retornar para lá, quem sabe em definitivo." Jeronymo Tomazelli Soares

    Jeronymo Tomazelli Soares

    Estudante de Comunicação Digital

  • "O semestre que passei estudando na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra foi repleto de sonhos realizados. Primeiro, porque a UC é referência mundial na área jurídica - cruzar com grandes nomes do Direito é uma constante para quem tem aulas lá. Segundo, porque comecei inúmeros processos de descoberta de mim, da academia, de Portugal, desse mundo que é tão maior do que eu imaginava. Intercâmbio é uma transformação. Não sou a mesma pessoa que embarcou em Porto Alegre (e isso é maravilhoso!)." Lílian Stein

    Lílian Stein

    Graduanda em Direito

  • "Morei na cidade de Coimbra durante um semestre, e o que aprendi neste período valeu para a minha vida em todos os sentidos. Tive aulas com professores excelentes, visitei lugares inesquecíveis e me identifiquei com os brasileiros que fazem aquela cidade ser ainda mais mágica. Fiz amizades das quais tenho saudades até hoje, mas também aprendi a conviver melhor com a distância das pessoas que amo. Tenho certeza de que participar de um Programa de intercâmbio, seja ele qual for, é uma das experiências mais gratificantes que podemos ter. Mesmo que, depois dos pastéis de nata, dos bolinhos de bacalhau e das comidas da amiga italiana, venham alguns quilinhos extras na bagagem!" Livia Padilha

    Livia Padilha

    Mestre em Ciências Sociais pela Unisinos